fbpx

Ministro de Bolsonaro confirma retirada de 4 mil produtos da lista da Suframa para escapar da liminar do STF

Bolsonaro apoia projeto do mercado de carbono de aliada e descarta o do deputado amazonense

Cientista amazonense faz história em nova instituição voltada para defesa da Amazônia

Dias Toffoli dá sinais de apoio à Zona Franca em cerimônias no Amazonas

Eduardo Braga diz que Amazonas Energia não cumpre requisitos básicos

A mulher que foi vítima de feminicídio e virou Santa do Amazonas

Tem Jaraqui na praça neste sábado (4) em Manaus

Mais de um milhão de “sem-vacina” começa a preocupar as autoridades sanitárias

Manaus se mantém como a primeira no ranking nacional de atendimento na Saúde Básica

Assassino confesso agora diz que não matou servidora do TRT

Por Claudio Barboza e Solange Elias, com editorias do Único

Prato indigesto

Em almoço nesta sexta-feira (3) com empresários da entidade Coalizão Indústria, o ministro da Economia do governo Bolsonaro, Paulo Guedes, revelou como sua pasta pretende resolver o problema criado para a Zona Franca de Manaus e para o empresariado do restante do país, com os decretos de redução do IPI: deixar de fora da lista da Suframa que aponta os Processos Produtivos Básicos (PPBs) mais de 4 mil produtos da ZFM, para atender a indústrias que fabricam as mesmas mercadorias fora da zona incentivada de Manaus. A pressão do empresariado é grande. Os segmentos dos químicos, plásticos, lubrificantes, adesivos, laminados, cerveja, cimento, resinas entre outros são os que mais reclamam.

Fora da liminar

Segundo Guedes disse aos empresários, a retirada dos produtos da lista da Suframa vai tirá-los do alcance da liminar do STF, concedida pelo ministro Alexandre de Moraes, e então a redução do IPI poderá ser aplicada a esses produtos. Só ficarão fora do corte os produtos mais importantes para a Zona Franca, ou seja, os mesmos 65 produtos que alegadamente sustentam o modelo e respondem por mais de 70% de seu faturamento.

Mercado de carbono

Os empresários também informaram a Paulo Guedes que apoiam integralmente o substitutivo elaborado pela deputada Carla Zambelli (PL-SP) para regular o mercado de créditos de carbono e o ministro devolveu a certeza de que esse projeto será apoiado. Sendo que há meses um Projeto de Lei do mesmo conteúdo de autoria do deputado federal do Amazonas, Marcelo Ramos (PSD) está engavetado. É ou não é pessoal?

“É ruim”

Autor do projeto de créditos de carbono que foi amplamente debatido com cientistas, economistas, ambientalistas e outros especialistas, Marcelo Ramos comentou sobre o projeto de Zambeli: “é ruim”. “Na verdade, não cria mercado regulado. Cria apenas um sistema de relato e a possibilidade de acordos setoriais”, disse.

Dias Toffoli amazonense

Ao ser homenageado pelos Poderes Legislativo e Judiciário do Amazonas, na sexta (2), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Antonio Dias Toffoli, chegou perto de uma declaração de voto em favor da Zona Franca de Manaus. Ele discursou muito significativamente: “Vejo aqui uma homenagem ao Supremo e aos meus colegas de Corte que tão bem sabem reconhecer a importância da ZFM para a sobrevivência do povo amazonense, para o seu desenvolvimento, para o seu equilíbrio social e defesa do bioma e do meio ambiente para todos”. E ainda completou: “Me tornar cidadão do Amazonas me faz, mais ainda, defender este Estado naquilo que for de seu direito, naquilo que a Constituição e as leis do nosso País impuserem para fazermos a guarda. A guarda da Constituição também é a guarda da Amazônia e do Estado do Amazonas”.

Prata da casa

O pesquisador e ex-diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Adalberto Val, participa da equipe do cientista Carlos Nobre, um dos maiores especialistas em Amazônia do mundo, que está realizando um estudo de viabilidade para a criação de uma entidade análoga ao ITA, de São José dos Campos (SP), mas voltada para a Amazônia. Seria o Amazonia Institute of Technology (AmIT). Adalberto Val coordena o estudo e o prazo para entrega é até o final deste mês.

A Santa do Amazonas

Neste sábado (4) o ÚNICO vai mostrar mais um episódio da Série “Crimes e Visagens”, com a comunicadora Maíra Menezes, contando em vídeo, a história de uma amazonense, que morreu vítima de violência e se transformou na Santa Etelvina Alencar. No site e redes sociais do ÚNICO a partir das 17 horas de hoje.

Braga contra a Amazonas Energia

O senador Eduardo Braga (MDB) recorreu da decisão do juiz Manoel Amaro de Lima, que revogou a determinação que impedia a Amazonas Energia de implantar os novos medidores de energia elétrica. Braga avalia que a Amazonas Energia não apresentou dados que possam tranquilizar os cidadãos sobre o novo sistema. Ele disse ao ÚNICO que aguarda uma decisão favorável ao recurso que segundo observou, vai garantir direito aos mais de 1 milhão de consumidores de energia no Amazonas.

Jaraqui na Praça

Nesta manhã de sábado (4) o Projeto Jaraqui, que há anos promove debates e encontros temáticos na Praça da Polícia, estará no local celebrando o Dia Mundial do Meio Ambiente, com a participação de representantes de movimentos sociais e lideranças de organizações da sociedade civil. É um fórum aberto à participação popular.

Os sem-vacina

As secretarias estadual e municipal de Saúde estão emitindo alertas de preocupação constante contra a falta do complemento do ciclo de vacinação contra a Covid-19. Em todo o país, as notícias informam que o número de casos da doença está aumentando e, no Amazonas, mais de um milhão de pessoas não voltou para completar o ciclo vacinal da terceira dose. “Não é porque estamos em cenário de baixo risco que ele deixou de existir”, apontou a presidente da FVS, Tatyana Amorim.

Saúde municipal mantém ranking

O prefeito David Almeida anunciou no início da noite desta sexta-feira (3), que Manaus está, mais uma vez, no primeiro lugar entre as capitais no ranking do Previne Brasil, programa nacional que avalia o desempenho e a qualidade dos serviços de Atenção Primária em Saúde (APS) oferecidos pelos municípios. Segundo informação divulgada pelo Ministério da Saúde, Manaus tem nota 7,74 no Índice Sintético Final (ISF), a maior nota entre as capitais, ficando à frente de Maceió (6,82), Curitiba (6,80), Florianópolis (6,49), Rio de Janeiro (6,23), Natal (6,16), Porto Alegre (6,07), Brasília (6,01), Campo Grande (5,74) e Palmas (5,65) na lista das dez cidades com maior pontuação. A nota se refere ao período de janeiro a abril deste ano.

Mudou a versão

Filmado saindo do prédio com a roupa ensanguentada, visitando os andares do prédio e ainda subindo e descendo no elevador, o porteiro Caio Claudino, que assassinou a servidora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) Silvanilde Ferreira Veiga, mudou de versão ao ser ouvido em audiência de custódia: disse que não foi ele quem matou e que não entrou no apartamento. Sua nova versão diz que ele só confessou porque estava sob efeito de drogas.

SIGA O PORTAL ÚNICO:
https://portalunico.com/

Facebook:
Facebook.com/portalunico.com

Instagram:
https://instagram.com/portalunico?utm_medium=copy_link

Twitter:
https://twitter.com/PortalUnico?t=5LAn7TYhr43mFX0LTFQ2wA&s=09

FALE COM A GENTE

Solange Elias (EDITORA)
(92) 99105-7388

Guilherme Martins (TI/COMERCIAL)
(92) 99167-0515

CEO: Claudio Barboza
(92) 99116-1777

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.