fbpx

Ministério Público do Amazonas se junta à rede nacional de fiscalização das eleições

Promotores eleitorais de todo o país vão esclarecer sua participação durante todo o processo eleitoral deste ano

Medida visa garantir transparência à fiscalização de propagandas, candidaturas, votação, apuração e prestação de contas

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) aderiu à campanha “Ministério Público nas Eleições 2022”, lançada em todo o país, com objetivo de garantir transparência e honestidade em todas as etapas das eleições deste ano. A campanha nacional vai reforçar para a sociedade qual é o papel do Ministério Público em um pleito eleitoral, começando com a fiscalização das propagandas, das campanhas, das candidaturas, da votação até a apuração dos votos e também com a investigação de denúncias.
De iniciativa do Ministério Público do Mato Grosso do Sul (MPMS) e Ministério Público Federal (MPF), a campanha prevê a veiculação de peças publicitárias em outdoors e nas mídias sociais das unidades do MP federal e estadual, bem como nas emissoras de rádio e televisão que mantêm parceria com o Ministério Público.

Participação dos promotores

“A fiscalização é um processo composto de várias etapas que vão desde a realização e efetivação das candidaturas, passando pela propaganda eleitoral, pela fiscalização das contas, diplomação e prestação de contas. Tudo isso exige uma participação constante do promotor eleitoral em parceria com a Procuradoria Regional Eleitoral”, explicou o procurador de Justiça Mauro Veras, do MPAM.
A campanha foi aprovada durante a última reunião do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), realizada em Manaus.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.