fbpx

Ministério Público de olho nos funcionários fantasmas do Amazonas que estão em outras regiões

Reunião sobre Zona Franca em Brasília reúne representantes das grandes indústrias

Líder do governo Bolsonaro e representantes de empresas contrárias à ZFM também estiveram na reunião

Primeira medida será a criação de um Grupo de Trabalho para analisar as leis sobre a ZFM

Escola da Magistratura entra no debate, com reunião de notáveis hoje

Curso de combate à violência política de gênero com timaço de palestrantes

Amazonense coloca sua performance de jazz no Spotify

Vasco vai jogar em Manaus na próxima semana

Deputados estão em Roraima para ouvir os indígenas Yanomami

Cheia fecha a rua dos Barés e tablados serão construídos na Manaus Moderna

Por Claudio Barboza e Solange Elias, com as editorias do Único

Funcionários fantasmas do Amazonas

O Ministério Público Estadual prepara uma ação contra funcionários do Governo do Amazonas que estão ausentes dos locais de trabalho, sem justificativas legais, recebendo plenos direitos. O ÚNICO teve acesso a informações sobre funcionários que estão morando em outros estados e no Distrito Federal e recebem religiosamente os salários e até outros benefícios.

Reunião proveitosa

Foi positiva e didática a reunião organizada pela bancada amazonense no Congresso Nacional, ontem, em Brasília, em defesa da Zona Franca de Manaus. Era para ser um ato de apoio ao modelo contra os decretos de Jair Bolsonaro, mas teve também lavagem de roupa suja, lobista e, no final, consenso e busca de diálogo. “A presença de muitas entidades que estão fora da Zona Franca de Manaus é um sinal de que saímos de uma defesa concentrada na nossa região para angariar novos aliados Brasil afora”, resumiu o deputado federal Marcelo Ramos, organizador do encontro.

Todos os segmentos

Estiveram presentes entidades do Amazonas como a Federação da Indústrias do Amazonas (Fieam), Centro das Indústrias (Cieam) e Associação Comercial do Amazonas (ACA) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas e Similares (Abraciclo), Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes (Abir), Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), e empresas como a Honda, Positivo e muitos outras. Todas querendo saber, afinal, onde vai dar essa história de decretos de Bolsonaro.

Líder do governo

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), compareceu e, depois de ouvir todo mundo, disse que os argumentos em favor da Zona Franca “são válidos e constitucionais”, e que o assunto precisa ser melhor discutido. Ele se comprometeu a levar o debate para todos os setores do governo federal envolvidos nessa questão.

Lobista do “refri”

A maior parte da reunião transcorreu com diálogo e cavalheirismo O único a destoar foi o deputado federal Fausto Pinato (PP-SP), representante do segmento de refrigerantes sediado em Petrópolis (RJ). Pinato reclamou da Zona Franca, dos incentivos e disse que existe uma sonegação gigante por parte das fábricas de concentrados de refrigerantes da ZFM. O assunto esquentou o debate, até que Marcelo Ramos apontou que sonegação é assunto da Receita Federal e é ela quem tem que identificar e punir o fato.

Grupo de trabalho

O primeiro resultado da reunião foi a criação de um grupo de trabalho, no âmbito da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio e Serviços, presidida pelo deputado amazonense Sidney Leite (PSD-AM), para debater os assuntos da Zona Franca, tributação nacional e outros, para uma mudança verdadeira e não prejudicial no sistema de impostos do país.

Mais debates

Ainda hoje, nova rodada de debates sobre a tributação da Zona Franca de Manaus vai reunir dez especialistas no tema, na Escola Superior da Magistratura (Esman). Cientistas, economistas, tributaristas, professores e outros especialistas vão debater os efeitos da redução da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para as mercadorias produzidas na ZFM. O debate será transmitido pelo canal da ESMAM no Youtube, link: https://youtube.com/user/esmamam.

Especialistas falam sobre violência política

Capacitação ao Combate da Violência Política de Gênero é o tema do curso gratuito a ser realizado pelo Grupo de Trabalho de Combate à Violência Política de Gênero, em parceria com os conselhos de contabilidade, de administração e de economia. Participação da Arquidiocese de Manaus, Sindicato dos Jornalistas e OAB/AM, 26 e 27 de maio, de 14h às 18h, na Escola Superior da Advocacia do Amazonas. Palestrantes: Aparecida Veras – advogada ,Karla Silva – promotora de Justiça do MPE, Elcilene Rocha – advogada, Sócia da Rocha & Stone ,Catarina Carvalho – procuradora Regional Eleitoral no Amazonas, biênio 2021-2023, Maria Benigno – Advogada, pós-graduada em Direito Eleitoral e em Mediação,Leda Mara – professora da UFAM, promotora de Justiça. Informações 98113-8036/98560-3142.

Músico amazonense disponibiliza clássicos em jazz

O músico amazonense, Ítalo Jimenez, mostra todo seu talento no saxofone, ao disponibilizar no Spotify uma coletânea de jazz, onde divide composições próprias com alguns parceiros. É um deleite aos ouvidos que gostam de música com qualidade.

Vasco em Manaus

Vasco da Gama e Guarani vão jogar na Arena da Amazônia, na próxima quinta-feira (19) às 20h30m, em jogo pelo Série B do Campeonato Brasileiro. A confirmação é da CBF e foi motivada porque o Estádio Brinco de Ouro , em Campinas, onde seria realizado esse jogo, está passando por reformas no gramado.

Yanomamis desabafam

A comissão do Congresso Nacional que iria nesta quinta-feira (12) para Roraima ouvir os índios Yanomami, cujos territórios estão sendo invadidos por não-índios atrás de ouro e outros minerais, atropelou todo mundo, antecipou a viagem para ontem e ficam lá até o final do dia de hoje. Segundo o deputado Zé Ricardo (PT-AM), que faz parte da comissão, os relatos são devastadores. E não é de hoje que essa invasão acontece. Desde a década de 1980 isso tem sido denunciado, mas pouco ou nada foi feito.

Cheia fecha a Barés

A partir das 14h desta quinta-feira a Prefeitura de Manaus vai interditar a rua dos Barés, no cruzamento com a rua Pedro Botelho, no centro da cidade. A medida é necessária por conta do avanço do nível das águas na via, causando alagação e comprometendo a circulação de veículos no entorno.

Cheia na feira

Também em função da cheia do rio Negro, a prefeitura vai enviar uma comissão técnica à Feira Manaus Moderna para vistoriar a implantaçãio dos tablados que já começou, nos setores do peixe e da carne.

SIGA O PORTAL ÚNICO:
https://portalunico.com/

Facebook:
Facebook.com/portalunico.com

Instagram:
https://instagram.com/portalunico?utm_medium=copy_link

Twitter:
https://twitter.com/PortalUnico?t=5LAn7TYhr43mFX0LTFQ2wA&s=09

FALE COM A GENTE

Solange Elias (EDITORA)
(92) 99105-7388

Guilherme Martins (TI/COMERCIAL)
(92) 99167-0515

CEO: Claudio Barboza
(92) 99116-1777

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.