fbpx

Médico Marcus Barros recebe Medalha Ruy Araújo na Assembleia Legislativa

Serafim Corrêa propôs a homenagem ao profissional “dedicado a servir o próximo”

Pesquisador tem serviços prestados nas áreas de saúde, educação e meio ambiente

O médico infectologista e pesquisador Marcus Barros foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta terça-feira, 16, com a Medalha Ruy Araújo. Autor da homenagem, o deputado Serafim Corrêa (PSB) destacou que a medalha é o reconhecimento a um homem “dedicado a servir o próximo e orgulho de todos nós”.
O deputado lembrou que os dois estudaram juntos no Grupo Escolar Barão do Rio Branco e seguiram trajetórias diferentes na universidade.”Médico renomado, pesquisador laureado, professor renomado também. Chegou a ser reitor da Universidade do Amazonas. Foi diretor do INPA, diretor e presidente do Ibama. Foi secretário de governo da prefeitura de Manaus e ainda hoje continua dando a sua colaboração e contribuição à Medicina. Ele é especialista em moléstias tropicais”, contou o deputado.

Emoção

Agradecendo a comenda, Marcus Barros se declarou feliz e emocionado em receber “tão alta honraria”.
“A medalha homenageia quem se destaca pelos serviços prestados ao Amazonas nos vários segmentos. Assim, procurei contribuir nas áreas de saúde, educação e meio ambiente. Hoje, estou ciente de que valeu a pena”, disse o médico.
Marcus Barros contribuiu com pesquisa na área da saúde desde a década de 1970 no Amazonas, onde desenvolveu trabalhos de grande relevância, entre eles clínica em doenças tropicais.

Biografia

Marcus Barros é médico e pesquisador do Instituto de Medicina Tropical do Amazonas, em convênio com a Universidade do Amazonas, desde 1975. Professor Adjunto IV do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade do Amazonas, desde 1975(aposentado). Fundador e primeiro Diretor do Hospital Universitário Getúlio Vargas – da Universidade do Amazonas – 1981/83. Foi reitor da Universidade do Amazonas. 1989/1993. Fundador e primeiro Gerente do Escritório Técnico Regional da Fundação Oswaldo Cruz na Amazônia, com sede em Manaus, objetivando a criação do Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane. 1995/98. Diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA, nomeado pelo Decreto de 25.02.2002, publicado no DOU de 26.02.2002.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.