fbpx

“Me abandonaram”, diz empresário que tentou explodir bomba em Brasília

Preso no Complexo da Papuda ele está isolado

Sousa gravou um vídeo com as reclamações

Brasília (ÚNICO) – Com a prisão em flagrante convertida em preventiva, o empresário paraense George Washington de Sousa, preso no Presídio da Papuda em Brasília, na véspera de Natal por arquitetar atentados e tentar explodir uma bomba próximo ao Aeroporto Internacional de Brasília está se sentindo “abandonado” por outros bolsonaristas.
A reclamação diz respeito principalmente em relação aos grupos que estão acampados em frente ao QG do Exército. “Eu fui abandonado. Não estou confiando nem em mim mesmo aqui. Todos que eu conhecia foram embora do QG e não conheço mais ninguém que está lá. Alguns eram do Sul do Pará, mas todos se foram”, reclamou em vídeo disponível no YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *