fbpx

Manaus entra pra valer na rota da transmissão da varíola dos macacos

OAB-AM faz festa e ignora manifesto assinado por milhares de brasileiros

Manaus tem participação “morna” nos manifestos pela democracia

Assembleia vai convocar Hapvida, para que explique falhas no atendimento a professores do interior

Ministério Público denuncia formalmente seis acusados da morte do sargento Lucas Ramon

Wilson anuncia início dos voos diretos de Manaus para os Estados Unidos em dezembro

Prefeitura de Manaus reforça segurança em prédios públicos

Presidente da Assembleia Legislativa faz registro oficial da candidatura

Zé Ricardo comemora inauguração de mamógrafo digital da FCecon

Nova lei vai permitir pagar a conta atrasada até na hora do corte

Starlink começa a operar na Amazônia em setembro

Falta de internet afeta comunicação do TRE-AM no Vale do Javari

Suframa abre inscrições para fórum sobre internet 5G e indústria 4.0

Por Claudio Barboza e Solange Elias, com editorias do Único

Monkeypox tem transmissão local

A notícia, já esperada, se confirmou nesta quinta-feira (11), pelo boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS): a varíola dos macacos entrou em fase de “transmissão comunitária” em Manaus. Ou seja, a doença está se espalhando entre a população que não viajou para nenhum lugar recentemente. Segundo a FVS, os três casos mais recentes não têm histórico de viagens, o que confirma a transmissão local.

Doença se espalha

Desde que o primeiro caso da varíola dos macacos foi confirmada, em 27 de julho passado, passaram-se apenas 15 dias para que a transmissão local fosse detectada. O segundo caso foi identificado em 2 de agosto, o terceiro dia 4, o quarto no dia 7 e o quinto, no dia 8, sendo pela primeira vez uma mulher. Até ontem, foram registradas 25 notificações da doença com nove casos confirmados laboratorialmente; oito suspeitos em investigação pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Manaus (CIEVS-Manaus); e oito descartados.

Participação fraca

Não fosse uma pequena aglomeração na Praça da Saudade, promovida por partidos, militantes e alguns estudantes, e uma mobilização interna na Ufam, o Ato Nacional pela Democracia, puxado pela Universidade de São Paulo (USP), ia passar em branco em Manaus. Nem a OAB do Amazonas se manifestou. Preferiu organizar uma festa pelo Dia dos Advogados. Deve ser reflexo do posicionamento do presidente nacional da entidade, o amazonense Beto Simonetti, que não assinou o manifesto da USP, mas lançou na semana passada um documento isolado da OAB Nacional, sobre o mesmo tema.

Na Universidade

O Ato pela Democracia, organizado em protesto contra as declarações do presidente Jair Bolsonaro, sobre a segurança das urnas eletrônicas e ameaças ao resultado das eleições, sequer foi movimentado pela Faculdade de Direito, dentro da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Coube ao Departamento de História e ao Programa de Pós-graduação em História promover a solenidade de adesão ao movimento nacional. No Instituto Federal do Amazonas (Ifam), os servidores da reitoria leram a carta da democracia em cerimônia interna.

Aleam convoca Hapvida

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vai convocar a Hapvida, a Agência Nacional de Saúde (ANS) e a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) para explicações sobre possível fraude na licitação que contratou o plano de saúde. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) está denunciando que a empresa tem contrato de R$ 87,7 milhões, por 12 meses de prestação de serviços de saúde para os professores do interior, mas não atende ninguém. Segundo o Sindicato, além de não prestar o serviço, a Hapvida venceu licitação de forma suspeita: não tem o menor preço, não tem estruturas comprovadas em cidades polos, para atender seus usuários e está cobrando acima do que deveria. O contrato previa que o Estado pagaria R$ 238,00 por cada professor, mas o valor já é de R$ 472,04.

Acusação oficial

O Ministério Público do Amazonas (MPAM), denunciou à Justiça os seis acusados do assassinato do sargento Lucas Ramon Guimarães, que aconteceu no dia 1º de setembro de 2021. Agora eles serão julgados, cada um por seu crime. Foram denunciados Joabson Azevedo Freire e Jordana Azevedo Freire, o casal mandante do crime; Romário Vinente Bentes, que contratou o pistoleiro; Silas Ferreira da Silva, o pistoleiro e ainda Kayandra Pereira Castro e Kayanne dos Santos, que teriam intermediado a contratação.

Voo para Flórida

O governador Wilson Lima (UB) e a Azul Linhas Aéreas confirmaram ontem o início dos voos para Fort Lauderdale, na Flórida, a partir do dia 15 de dezembro. As viagens ocorrerão três vezes na semana, em aeronaves com capacidade para 174 passageiros, com duração de cinco horas.

Mais segurança em prédios públicos

A Prefeitura de Manaus está tentando por todos os meios impedir os roubos praticamente diários nos prédios públicos. Ela formou um grupo de trabalho específico para pensar em formas de reduzir os furtos de equipamentos e materiais como fiação elétrica, que deixa tanto escolas sem aulas quanto unidades de saúde sem atendimento. Inscrições no link: https://doity.com.br/industria2040/inscricao.

Cidade está registrado

O presidente da Assembleia Legislativa e candidato a reeleição, Roberto Cidade, oficializou ontem o registro de sua candidatura no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). Cidade compõe a coligação “Aqui é trabalho”, que reúne dez partidos: União Brasil, Avante, PL, Republicanos, PP, PTB, PSC, PRTB, PMN, Patriota.

”Meu” mamógrafo

O deputado federal Zé Ricardo (PT), candidato à reeleição, está feliz com a inauguração do primeiro mamógrafo digital do Amazonas, instalado na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon). Foi dele a emenda de R$ 1,5 milhão para compra do equipamento.

Pagamento na hora do corte

Entrou em vigor uma lei proposta pelo deputado Dermilson Chagas (Republicanos) que permite que os consumidores de água e luz possam pagar as contas atrasadas até na hora do corte e com cartão de crédito ou de débito. Os trabalhadores que vão às residências promover a suspensão do abastecimento, terão que levar uma maquininha de cartão. Se o inadimplente pagar, suspende-se o corte.

Operações da Starlink

A Starlink, empresa de satélites do bilionário Elon Musk, estará pronta para prestar serviços de conexão às escolas e de vigilância na Amazônia a partir de setembro deste ano. A informação é do próprio ministro das Comunicações, Fábio Faria. Segundo ele, a Starlink está terminando a instalação de gateways (portas de entrada) no Amazonas e começa a operar no mês que vem.

TRE isolado

Tomara que as conexões da Starlink ajudem também o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), que desde ontem está tentando enviar informações sobre a inauguração do novo cartório eleitoral de Tabatinga, que terá o nome do indigenista Bruno Pereira, mas não conseguiu.

Fórum 5G

A Suframa abriu inscrições para mais uma programação do projeto “Amazônia 2040”. Trata-se do Fórum 5G e Indústria 4.0, que vai acontecer no dia 24 de agosto. Esse fórum discutirá a evolução da nova tecnologia e as possibilidades de contribuição que a mesma trará para o ecossistema de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação na Amazônia.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.