PRIMEIRA MÃO

Mais da metade dos municípios do Amazonas ameaçados de perder milhões de reais

Mais da metade dos municípios do Amazonas ameaçados de perder milhões de reais
45 dos 62 municípios do Amazonas, ainda não concluíram os procedimentos e podem ficar de fora da partilha da verba federal emergencial destinada a cultura, de acordo com a Lei Aldir Branc. No total a perda será de R$ 8,9 milhões. O prazo final se encerra neste sanado, conforme informações da Associação dos Municípios do Amazonas.

Fundação de Vigilância em Saúde alerta sobre Síndrome Respiratória

Prêmio Nacional para a Prefeitura de Manaus

Candidatos a prefeito avaliam que precisam ter mais presença nas ruas

45 dos 62 municípios do Amazonas, ainda não concluíram os procedimentos e podem ficar de fora da partilha da verba federal emergencial destinada a cultura, de acordo com a Lei Aldir Blanc. No total a perda será de R$ 8,9 milhões. O prazo final se encerra neste sanado, conforme informações da Associação dos Municípios do Amazonas.

Relação dos ameaçados

A relação dos municípios ameaçados de ficar sem recursos é a seguinte: Alvarães R$ 126.818,69 Amaturá R$ 94.051,10 ;Anori R$ 162.235,42 ,Apuí R$ 167.733,50; Atalaia do Norte R$;156.017,96; Barcelos R$ 206.347,45 Barreirinha R$ 239.309,16; Beruri R$ 154.636,30 Boca do Acre R$ 252.252,21; Borba R$ 298.425,31 Caapiranga R$ 109.919,08; Canutama R$ 124.466,45; Carauari R$ 210.869,24; Careiro da Várzea R$ 221.893,95; Coari R$ 584.505,72; Codajás R$ 212.827,54; Eirunepé R$ 257.761,71; Fonte Boa R$ 142.817,99; Guajará R$ 130.455,54; Ipixuna R$ 218.833,75; Itamarati R$ 65.965,15; Itapiranga R$ 73.370,15; Japurá R$ 36.870,41; Juruá R$ 119.231,00; Jutaí R$ 124.022,88; Lábrea R$ 333.493,77; Manacapuru; R$ 661.663,35; Maraã R$ 146.329,23; Nhamundá R$ 163.166,04; Novo Aripuanã R$ 195.739,52; Pauini R$ 153.191,84; Presidente Figueiredo R$ 263.505,30,Rio Preto da Eva R$ 246.765,55; Santa Isabel do Rio Negro R$ 185.057,36;Santo Antônio do Içá R$ 172.662,41; São Gabriel da Cachoeira R$ 330.610,55; São Paulo de Olivença R$ 287.794,54;São Sebastião do Uatumã R$ 115.280,14;Silves R$ 73.501,46; Tapauá R$ 140.231,67; Tefé R$ 426.262,45; Tonantins R$ 149.360,88; Uarini R$ 112.539,66; Urucará R$ 139.232,53; Urucurituba R$ 173.968,09.

Prefeitura de Manaus conquista prêmio

A Manaus Previdência conquistou o Prêmio Destaque Brasil de Investimentos, da Associação Brasileira de Instituições de Previdências Estaduais e Municipais (Abipem). O prefeito Arthur Neto (PSDB) destacou:” saímos de um déficit de R$ 3 bilhões herdados de 2013 para uma carteira superior a R$ 1 bilhão aplicados em fundis rentáveis. Isto só foi possível graças ao excelente trabalho do servidores da Manaus Previdência”, afirmou.

Alerta sobre síndrome

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, fez um alerta para o início da sazonalidade de Síndrome Respiratória Aguda Grave, a partir da ocorrência de chuvas. A recomendação nesses tempos de pandemia, é redobrar os cuidados, manter a imunidade em alta,

Ramos quer presidência

No primeiro mandato no Congresso Nacional, o deputado federal Marcelo Ramos confirmou que vai disputar a presidência da Câmara dos Deputados. A declaração foi feita pelo Instagram do parlamentar, ao responder um seguidor. ““Eu serei candidato. Agora, ser o presidente da Câmara depende do apoio dos meus colegas. Tenho um apoio significativo. E vamos trabalhar até o último dia. Em fevereiro do ano que vem, nós saberemos”, disse.

Candidatos nas ruas

Nesse final de semana, os candidatos a prefeito de Manaus vão acelerar a presença nos bairros da capital amazonense. Sem os efeitos esperados nos programas de rádio e TV, alguns candidatos estão convencidos de que só mesmo a presença nas ruas poderá dar uma nova dinâmica em suas campanhas.

A sedução dos empórios em Manaus

O conceito Empório parece ter conquistado mesmo o consumidor de Manaus, tanto que o Grupo DB, que depois de inaugurar duas unidades da categoria, prepara-se para lançar a terceira até o final do mês de outubro. Vai funcionar na avenida Ephigênio Salles.

Votação Histórica

A promotora Leda Mara Nascimento Albuquerque se despediu do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) agradecendo a “votação histórica” que a colocou na chefia do órgão fiscalizador. Em seguida, na solenidade de posse na quinta-feira (15), passou o cargo ao escolhido do governador, Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, promotor de justiça do MPAM empossado nesta quinta-feira, 15.


Compartilhe >
Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *