R4vxaaAy_400x400
BBB e o Congresso Nacional

Por: Ademir Ramos

Professor, antropólogo, coordenador do projeto jaraqui, do NCPAM/UFAM vinculado ao Dpto. de Ciências Sociais.

Lideranças Hixkaryana discutem na Funai Manaus ajuda para suas comunidades

Indígena

Funai parece estar perdida no mato sem cachorro, disse líder Hixkaryana

Sem luz, saúde, escola e barco para transportar sua produção de castanha até a cidade de Nhamundá e Parintins, o chefe Manoel Kayuana hixkaryana reuniu 10 lideranças de aldeias diferentes e resolveu subir o rio deslocando-se por mais de 4 dias do Alto Rio Nhamundá, da fronteira do Pará com destino a Manaus, para discutir junto à Administração da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) ajuda às comunidades hixkaryana.

A Funai Manaus, assim como a Suframa e mais de 50 cargos do governo federal no Amazonas até hoje (27/3) estão por ser nomeados para as devidas funções diretivas.

Manoel Kayuana, autoridade dos hixkaryana disse, que veio a Manaus para conversar com a Funai, governo e os Políticos do Amazonas para resolver os problemas deles. A Funai de Manaus ouviu as lideranças mas, como se sabe, está imobilizada para operar parece até “que está perdida no mato sem cachorro”, foi o que declarou uma das lideranças indígenas.

Na capital do Amazonas, Manaus, João Gomes e demais técnicos da Funai acolheram os hixkaryana e ouviram seus protestos e reivindicações quanto às suas demandas, em particular, sobre a homologação do território Kaxuyana/Tunayana, deixando o povo em situação de total insegurança, considerando que as terras em questão são cobiçadas pelas grandes mineradoras que estão em seu entorno.

É um grande desafio para o governo Lula, a depender da Funai perdida nos labirintos da política de Brasília, como poderá então servir com respeito, competência e dignidade junto aos povos indígena sem os meios necessários para operar, principalmente, se tratando da questão orçamentária que “fica tudo no saco de Brasília, longe da gente aqui” e também não esquecer da contratação de novos servidores qualificados para orientar os programas e projetos de sustentabilidade junto às comunidades indígenas.


Qual sua Opinião?

Confira Também