“Lamento de Raça” volta com nova roupagem em campanha em defesa da floresta

Clássico do cancioneiro amazônico, a toada foi imortalizada na voz de David Assayag

A toada será reapresentada 27 anos depois, no dia 8 de dezembro

Um clássico do cancioneiro amazonense ganha nova roupagem com remasterização e videoclipe, 27 anos após seu lançamento e imortalização na voz de David Assayag. A toada “Lamento de Raça” do compositor parintinense Emerson Maia, gravada em 1996 no álbum álbum “Lendas, Rituais e Sonhos” do Boi Garantido, do Boi Garantido vai ser relançada como parte da campanha “Amazônia Pede Socorro” e estará disponível no YouTube e, em todas as plataformas de streaming, a partir do dia 8 de dezembro.

Momento único

Considerada a maior voz do festival de Parintins, David Assayag, levantador de toadas do Garantido em 1996, relembra a execução da toada na arena. “Foi um momento único! O bumbódromo parou para me ouvir”, recordou. “Tranquilo e sereno iniciei os primeiros versos. Era um clima de êxtase, a emoção tomou conta de todo o ambiente e sabia que a toada do Emerson dava a deixa para eu explorar toda a minha potência vocal”, relembrou. “Na hora do ‘pra onde vou?’ abri uma extensão e segurei por 31 segundos… o bumbódromo veio abaixo”, recorda David Assayag. “Essa toada ajudou a forjar minha imagem de cantor para toda obra”, conta o artista.

Obra atemporal

Filho do compositor Emerson Maia, Emerson Faria Maia comenta sobra a atemporalidade da obra do pai. “Nada é mais contemporâneo do que ‘Lamento de Raça’. Composta em 1996 e lançada em 1997, essa toada deu uma cara para o Festival Folclórico de Parintins”, salientou. “Hoje, 27 anos depois, a fumaça se faz presente na floresta e o povo amazônico volta para dar o seu brado de guerra e levantar o seu lamento em prol da nossa vida verde. Que o relançamento de ‘Lamento de Raça’ possa expressar no próximo festival, o quanto nós amazônidas lamentamos o que está acontecendo com a nossa Amazônia”, sustentou.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *