Lagartixa é útil e “fofínea”

Bichinho é inofensivo e ajuda no combate aos insetos

Conheça melhor a “osga”, como é chamada no Amazonas

Tem gente que sai correndo quando uma lagartixa aparece em casa. Mas ela é um bichinho totalmente inofensivo para o ser humano e muito útil em uma casa, pois é a maior predadora de baratas, moscas, mosquitos, besouros e outros insetos.

Só isso já poderia ajudar a conquistar os corações de quem ainda não é fã destes pequenos répteis, mas existe outro motivo, apontado pelo biólogo Matheus Felipe dos Reis, da Universidade Federal de Goiás: “Toda forma de vida, desde a formiga até o elefante, independente do seu formato, tamanho e beleza, merece respeito e tem direito à vida. Pensando dessa forma, também conseguimos melhorar nosso convívio não só com animais, mas como sociedade no geral”, diz ele.

A “tixa” veio da África

A lagartixa, cujo nome científico é Hemidactylus mabouia, não é uma espécie nativa do Brasil, mas sim do continente africano. Ela chegou às Américas nos navios negreiros e acabou se adaptando bem por aqui. É conhecida como calango, briba, víbora, jacarezinho, crocodilinho de parede, maria-joaquina, lamboia, taruíra, lapixa, labigó, tiquiri e, no Amazonas, é a famosa “osga”.

Respondendo a algumas perguntas

Por que as pessoas têm medo de lagartixa?
Na maioria dos casos, esse medo é fruto da falta de conhecimento. Algumas pessoas acreditam que ela possa passar cobreiro (um tipo de alergia) através da sua urina, mas isso é somente um mito popular. Se as pessoas soubessem o grande papel ecológico que elas fazem e o quanto elas nos ajudam, essa visão seria mudada.

As lagartixas fazem mal aos humanos?

Não. Além de muito pacíficas, elas não apresentam nenhum veneno que possa causar mal ao ser humano. Mesmo se ela chegasse a morder alguém, essa mordida é tão fraca que não causaria mal algum.

O que as lagartixas comem?

Elas se alimentam principalmente de invertebrados como moscas, mosquitos, besouros, escorpiões e aranhas. Qualquer coisa que elas consigam abocanhar entra na sua dieta. Já foi observado inclusive o canibalismo, com lagartixas maiores predando lagartixas menores, mas isso acontece raramente.

É verdade que elas “lançam” o rabo no olho da gente?

Não. Não é verdade. Elas só perdem um pedaço da cauda para distrair um predador enquanto fogem. Depois o rabinho cresce de novo.

Por que ela é tão branquinha e às vezes transparente?

Mesmo sendo animais escamados, a pele delas é bastante fina. Então, quando estão contra a luz, sua pele fica quase transparente, e é possível ver seus órgãos internos (as tripinhas).
Como ela consegue ficar presa na parede sem cair?

Além das suas garras que as ajudam escalar em ambientes com textura, elas possuem lamelas que, através da força intermolecular, deixam o pé das lagartixas semelhante a faixas adesivas. Isso permite que elas consigam subir em superfícies completamente lisas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *