fbpx

Laboratório do TCE-AM inicia fiscalização no asfalto neste mês

Obras pública serão avaliadas pelos técnicos da unidade móvel adquirida ano passado

Laudos vão ajudar na análise de contas das prefeituras e governo estadual

O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) deve iniciar na segunda quinzena de março a fase de inspeções e análise da qualidade asfáltica de obras públicas realizadas em Manaus e nos municípios da região metropolitana com o Laboratório Móvel da Corte de Contas. As inspeções seguirão um cronograma com locais pré-selecionados e com contratos vigentes.
O Laboratório Móvel é uma iniciativa da Corte de Contas a partir da adaptação de um caminhão que realiza a coleta de amostras de solo, pavimentação e estrutura de vias públicas utilizando prensas, esclerômetros, balanças, extratoras e outros equipamentos necessários para as fiscalizações do solo, possibilitando a elaboração de um laudo que identifica se a qualidade da construção está de acordo com o estabelecido nos contratos de execução da obra.

Fim dos testes

“Finalizada a etapa de testes, nesta terça-feira (8), passaremos agora a realizar as inspeções da qualidade de diversas obras que possuem dinheiro público investido nelas. O grande diferencial dessa ferramenta que é o caminhão que funciona como laboratório é possibilitar identificar irregularidades durante a execução da obra, onde poderemos entrar com medidas para que o responsável possa se adequar às normas estabelecidas nos contratos daquela determinada obra”, destacou o conselheiro-presidente do TCE-AM, Érico Desterro.
De acordo com o diretor de controle externo de obras públicas (Dicop/TCE-AM), Ronaldo Lima, a fase de testes contou com mais de 30 ensaios realizados no laboratório fixo localizado na sede do TCE-AM. Segundo ele, nesta terça-feira (8), o laboratório móvel finalizou a etapa de testagens com oito ensaios realizados em uma obra de via pública na zona Leste de Manaus.

Análise complementar

Os dados coletados nas inspeções serão levados para uma análise complementar na sede do TCE-AM. Os materiais obtidos servirão para compor os laudos técnicos referentes às obras públicas, auxiliando na análise das contas dos gestores de órgãos jurisdicionados, possibilitando inclusive a execução de sanções aos gestores no caso de irregularidades identificadas e não sanadas.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.