Justiça bloqueia bens de ex-secretária e engenheiros da Seinfra

A ex-secretária da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), do governo de José Melo, a engenhehira Waldívia Alencar teve seu patrimônio bloqueado pela Justiça, no total de R$ 1,9 milhão.

A ex-secretária da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), do governo de José Melo, a engenhehira Waldívia Alencar teve seu patrimônio bloqueado pela Justiça, no total de R$ 1,9 milhão. A decisão e do juiz Leoney Figliuolo Harraquian, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Manaus, em razão de superfaturamente em contrato firmado entre a Seinfra e a empresa Architec Consultoria e Planejamento Ltda, para elaboração de projetos executivos de urbanização integrada para serviços do Igarapé da Sharp, localizado no bairro Armando Mendes.

Pelo mesmo motivo, também estão com seus bens bloqueados a empresária Samira de Casto Hatem, e dos engenheiros Edmilson Francisco Urtiga, Wissler Botelho Barroso, Emerson Redig de Oliveira e Orfélia da Costa Dantas.
O processo contra Waldívia e os demais partiu de uma denúncia feita pelo Ministério Pùblico Estadual com base em laudo técnico elaborado pela Dicop (Diretoria de Controle Externo de Obras Públicas), do TCE-AM, em que “foi constatado superfaturamento em diversos contratos de obras e serviços do período, bem como fraude em licitações, dentre outras irregularidades”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *