José Ricardo critica MP 905/2019 que acaba com o registro profissional de jornalistas e publicitários

O deputado federal José Ricardo (PT/AM) criticou nesta quarta-feira, (11), a Medida Provisória (MP) 905/2019, do Governo Bolsonaro que prevê a extinção da obrigatoriedade do registro para a atuação profissional de várias categorias entre as quais, de jornalistas e publicitários. José Ricardo se manifestou durante a Audiência Pública na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio Serviço na Câmara dos Deputados.

“É momento de lutar contra essa MP, que retira direitos dos trabalhadores e de várias categorias profissionais. Já me manifestei contrário a essa proposta e, junto com a bancada do PT, apresentei várias emendas. Jornalistas, publicitários e outros profissionais também serão prejudicados com a extinção da obrigatoriedade do registro”, enfatizou.

Empresas querem mão-de-obra quase de graça

Na avaliação do deputado, as empresas privadas querem reduzir a despesa com pessoal, pagando baixos salários e contratando pessoas sem formação.

“Muitas querem que os estudantes saiam das faculdades, indo direto para o mercado, mas recebendo quase nada. Assim é a forma como alguns profissionais são tratados. No caso do jornalismo, não é nada de imprensa livre, é ganhar dinheiro explorando os profissionais. Muito oportuno esse debate e que possa influenciar nas decisões dos demais colegas parlamentares para a derrubada dessa MP 905”, concluiu.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *