Instituto coloca Manaus como destaque absoluto na Região Norte e também do Brasil

Capital amazonense deixou Belém bem para trás

Exemplo para capitais brasileiras

Expectativa para 2020 é muito boa

Exemplo de arrecadação e investimentos, Manaus já é a cidade com a maior arrecadação municipal da Região Norte e a oitava do país de acordo com o anuário “Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil”, da Frente Nacional de Prefeitos. Nesta terça-feira, (17), o prefeito Arthur Neto (PSDB), destacou que a cidade possui a maior receita do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) na região.

Arthur Neto disse que com a arrecadação em alta, a Prefeitura de Manaus vai no sentido contrário da maioria das cidades brasileiras. Manaus cresceu 11,5% em relação ao ano anterior muito superior a segunda colocada na região, Belém (PA), que cresceu 1,4%. 

Manaus é exemplo para o Brasil. Veja porque

“Estamos mostrando ao Brasil como se faz administração de recursos públicos. Hoje, Manaus é exemplo de arrecadação e investimento. Temos crédito entre os bancos, nossa Previdência é a melhor do país e isso traz mais investidores, o que proporciona mais obras, gera mais empregos e traz qualidade de vida a população”, destacou Arthur.

De acordo com a Prefeitura de Manaus, a receita total de R$ 4,7 bilhões, em 2018, permitiu que Manaus crescesse 11,5% em relação ao ano anterior e apresentar recursos muito superiores a segunda colocada na região, Belém (PA), que teve receita total no ano passado de R$ 2,8 bilhões e crescimento de apenas 1,4% em relação a 2017. No ranking nacional, Manaus tem a oitava maior receita do Brasil e o sexto melhor ranking per capita.

Maior arrecadação de ISS

A cidade também vem se destacando com a maior arrecadação de ISS da Região Norte, Manaus totalizou, em 2018, R$ 650,86 milhões de faturamento, um acréscimo de 14% em relação ao ano anterior. Em termos de crescimento em todo o país, Manaus só fica atrás de Rio Branco (AC), que teve alta de 17,4%, e Florianópolis (SC), que registrou 16,5%. Nas outras capitais da região Norte, Macapá (AP) registrou alta de 8,5%, Belém (PA) de 8%, Boa Vista (RR) aumentou em 5,8% e Porto Velho (RO) teve incremento de 2,5% no período analisado. Em Palmas (TO), única capital da região que registrou queda, o saldo negativo foi de 2,4%.

Mudanças na administração

Na avaliação do prefeito, a capital amazonense fez mudanças profundas na maneira de gerir para chegar ao equilíbrio administrativo. “Quando assumi, em 2013, o cenário era completamente diferente: operamos no vermelho e com a Previdência em déficit. Não só investimentos na modernização da máquina pública, mas assumimos um compromisso muito forte com a austeridade, com o equilíbrio fiscal”, relembrou.

 O secretário municipal de Finanças e Tecnologia de Informação, Lourival Praia, disse que o crescimento na arrecadação de ISS é consequência de uma série de medidas adotadas pela administração municipal.

“Começamos a combater fortemente a sonegação, a estruturar as equipes de fiscalização, atualizando a forma de fiscalizar. Antes a fiscalização era feita ‘in loco’, nos estabelecimentos e hoje não se precisa mais de tantos fiscais na rua, a gente precisa de fiscais na sede da Secretaria de Finanças, analisando a arrecadação e formulando um planejamento para comunicar a empresa, chamando para prestar esclarecimentos sobre as irregularidades. Ou seja, mudamos o foco”, explicou.

Expectativa positiva para 2020

A expectativa do secretário para 2019 e 2020 é que a arrecadação do ISS, em Manaus, continue crescendo. “Em 2019 investimos muito mais na arrecadação do ISS, lançamos a Nota Fiscal Premiada, que vai além da educação fiscal, que é propício ao programa, e esperamos crescer perto de 10%. Se crescemos 14% em 2018, um crescimento de 10% em 2019 é muito alto, porque estamos crescendo em cima de uma base muito alta. Já para 2020 a expectativa é de um crescimento de 12%, um crescimento muito bom. Se analisarmos os dois anos anteriores, teremos quase 25% de crescimento”, acredita Praia.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *