Indígenas de todo o Brasil invadem o Rio de Janeiro

Mais de 30 etnias participam de exposição nacional

Evento acontece neste sábado e domingo, no Catete

Fábio Rodrigues
Especial para o ÚNICO

Brasília (ÚNICO) – O Amazonas estará representado pelas etnias Tukano Baniwa, Tikuna, Saterê-Mawé e outras na grande exposição nacional dos povos originários que acontece neste sábado (20) e domingo (21) nos jardins do Museu da República, no Catete, zona sul do Rio de Janeiro, a Semana Intercultural Indígena.

São mais de 30 etnias reunidas em um evento aberto ao público, com venda de artesanato, apresentação de filmes, cantos e danças tradicionais, pinturas corporais, contação de histórias, rodas de conversa e debates, das 9h às 17h (hora Brasília).

Lista das tribos

Serão montadas cercas de 90 barracas de expositores indígenas de diversas etnias, entre elas, guarani, pataxó, tukano, puri, fulni-ô, kaingang, guajajara, ashaninka, tikuna, tupinambá, baniwa, waurá, kamayurá, yawalapiti, kayapó, mehinako, pankararu, kariri-xocó, karajá, potiguara, sateré mawé, bororo, huni-kuin, shanenawa, kadiwéu, kambeba, kichua, anambé, maraguá e goitacá.

Documentários

Neste sábado, às 14h, será exibido o curta-metragem Território do Cocar, com um debate sobre os 200 anos da independência do Brasil revistos sob a ótica dos povos indígenas.

No domingo, também às 14h, será exibido o documentário Para Berta, com Amor, sobre a antropóloga Berta Ribeiro (1924-1997), esposa do também antropólogo Darcy Ribeiro (1922-1997). Após a exibição, haverá um debate sobre a importância do legado etnográfico dela.

Reivindicação


Os dois dias de atração vão servir também para reivindicação. Os organizadores vão coletar nomes para o abaixo-assinado da campanha Restauro Já, que cobra do governo do estado o compromisso assumido de criar o Centro de Referência da Cultura Viva dos Povos Indígenas, onde ficava a Aldeia Maracanã.

A Aldeia Maracanã ocupava um terreno e um prédio histórico que ficam ao lado do estádio homônimo, na zona norte do Rio de Janeiro.

Com informações da Agência Brasil


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *