Ibama declara guerra aos lixões

Superintendente faz denúncias nas redes sociais

Três municípios já foram fiscalizados

[O superintendente do Ibama do Amazonas, Joel Araújo, publicou sua terceira fiscalização nos depósitos de lixo a céu aberto dos municípios do interior, mostrando que Autazes (a 113 km de Manaus) enfrenta os mesmos problemas de Tefé e Parintins – as duas primeiras cidades denunciadas.

Em Autazes, o superintendente aponta que existe a presença de animais vetores de doenças, a contaminação do lençol freático pelo chorume, presença de resíduos hospitalares e a presença de catadores que se expõem ao risco de serem contaminados. “Me impressiona que ainda existam pessoas catando lixo no lixão à céu aberto de Autazes”, disse ele.

Joel Araújo tem apontado também que a floresta em volta dos lixões está sofrendo pela contaminação, já que a fauna local tem sido principalmente de urubus e ratos e a flora está afetada pela contaminação química, de metais pesados, etc.

Lixão de Tefé, na beira da estrada (Foto: Joel Araújo)

Lixão de Parintins, no limite da capacidade operacional (Foto: Joel Araújo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *