Homem contrai oropouche no Amazonas e leva para o Rio de Janeiro

Secretaria de Saúde diz que não há risco para os fluminenses

Fiocruz alerta que vírus pode se espalhar pelo país

Fábio Rodrigues
Especial para o ÚNICO

Brasília (ÚNICO) – A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou a contaminação de um homem de 42 anos, por febre oropouche. O paciente contraiu a doença no Amazonas, em uma viagem recente a Manaus. O homem não precisou ser internado e apresenta boa evolução do quadro clínico.

Esta é a primeira ocorrência da doença registrada em território fluminense. A Secretaria de Saúde considerou o caso “importado” – ou seja, a doença não foi contraída no Rio de Janeiro, mas sim, “levada” – e descartou que o vírus esteja circulando no estado.

A Fiocruz, no entanto, alerta para a possibilidade de expansão da febre oropouche pelo país.

Oropouche no Amazonas

No estado do Amazonas, onde a doença tem sido mais prevalente nos últimos anos, o aumento da transmissão nos dois primeiros meses de 2024 gerou um alerta epidemiológico.

Já são 1.674 casos com confirmação laboratorial, conforme o último boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) nesta quinta-feira (29).

Já é mais do que o total registrado no ano passado, quando a pasta contabilizou 995 ocorrências.

Com informações da Agência Brasil


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *