José Jorge do Nascimento Júnior

A partir desse domingo 26 de novembro, o ÚNICO abre espaço para homens e mulheres de sucesso do Amazonas, que se destacaram nas suas atividades profissionais.

José Jorge do Nascimento Júnior, presidente da Eletros (Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos) é o personagem desse domingo em “Histórias de Sucesso”. Conheça um pouco desse executivo que começou suas atividades profissionais no município do Iranduba e hoje mora em São Paulo.

Nome completo: José Jorge do Nascimento Júnior

Natural: Manaus/AM

Estado civil: solteiro

Quantos filhos:
Dois filhos. Rodrigo, com 25 anos e Rafael, com 12 anos.

Profissão: Administrador

Formação escolar: Bacharel em Administração, pela Universidade Federal do Amazonas.

Pergunta – Começou atividades profissionais com quantos anos?

Aos 21 anos na Indústria de Laticínios da Fazenda – A Fazendinha (Sede em Iranduba/AM). Antes, como estagiário na Secretaria de Estado da Fazenda do Amazonas.

Pergunta – Quais os locais onde trabalhou?

  • Indústria de Laticínios da Fazenda – Fazendinha
  • Quatro Consultoria
  • Vivo Telecomunicações
  • Suframa
  • Governo do Estado do Amazonas, Secretário de Estado de Desenvolvimento e Planejamento.
  • Atualmente na Eletros, Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos

P – Qual seu lazer?
Aproveitar as belezas naturais do nosso Amazonas com a minha família.

P – Três coisas que considera importantes para ser destaque em sua área?

  • Amar o que se faz
  • Respeitar as pessoas e os relacionamentos
  • Considerar que os propósitos da coletividade são imperiosos frente os individuais.

P – A prática e a teoria se completam ou uma se sobrepõe a outra?

A prática traz a experiência que proporciona uma visão holística. A teoria dá o alicerce técnico fundamental. Logo, prática e teoria se completam e necessariamente em equilíbrio.

P – Costuma ler? O que?
Leio sempre, por prazer e as vezes por necessidade, sobre curiosidades, conhecimentos gerais, economia, inovação e política.

P – Quanto tempo em média passa no celular?
Segundo o aplicativo instalado no meu celular que monitora isso, a minha média de uso do celular é de 10h por dia. Pra mim ele é a principal ferramenta de trabalho, comunicação e entretenimento.

P – Ganhar dinheiro é sorte ou trabalho?
Na imensa maioria dos casos, se ganha dinheiro somente com muito trabalho.

P – É mais fácil estudar e trabalhar atualmente do que há 20 anos?
Acredito que os desafios atuais são distintos de há 20 anos atrás. Hoje se tem acesso a informações com mais ferramentas e maior facilidade. Contudo, o mercado exige profissionais ainda mais capacitados e que dediquem mais horas do dia às atividades corporativas.

P – Qual seu conselho para quem quer ser um vencedor?
Em um mundo em constante e rápida mudança, estudar muito, como também desenvolver a perspicácia e a habilidade do trabalho em equipe, bem como respeitar sempre as pessoas e os relacionamentos, são premissas fundamentais para ser um bom profissional.

P – Tem religião?
Sim. Sou católico.

P – Qual a (o papel) importância da família no desdobramento profissional?
A família tem papel fundamental. Ela é a razão de tudo e é a prioridade. A família tem que entender plenamente a atividade profissional desempenhada, seus desafios e os ganhos.

P – Como observa a presença da mulher no mercado de trabalho?
O ambiente corporativo ainda é machista favorecendo o gênero masculino em detrimento ao feminino em muitas situações. Há muito a ser realizado para que haja a justa valorização, reconhecimento, oportunidade e respeito, nas suas mais diversas formas, às profissionais.

P – Defina riqueza, sucesso e prosperidade.
Riqueza = ter saúde, segurança financeira e poder dormir em paz
Sucesso = alcançar a realização pessoal e profissional
Prosperidade = proporcionar qualidade de vida à família.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *