Governo Lula anuncia início da dragagem no rio Solimões (ver vídeo)

Ministério dos Transportes reconhece situação de emergência em Codajás, no rio Amazonas

Obras no Tabocal, no rio Madeira, só na próxima semana

Valéria Costa
Correspondente

Brasília (ÚNICO) – O Ministério dos Transportes enviou ao ÚNICO, nesta quinta-feira (12), o primeiro vídeo produzido por sua equipe de comunicação, sobre os início do serviço de dragagem do rio Solimões, no trecho entre Tabatinga e Benjamin Constant (a 1.108 km e 1.121 km de Manaus, respectivamente) onde a situação de seca é gravíssima, impedindo a navegação e abastecimento dos municípios.A previsão do ministro Renan Filho, é que sejam finalizadas no próximo mês.
Confira o vídeo:

Codajás em emergência federal

Ao mesmo tempo, o Ministério dos Transportes anunciou para esta sexta-feira (13) a declaração de situação de emergência no município de Codajás, (a 239 quilômetros de Manaus). às margens do rio Amazonas e, embora não estivesse previsto, esse trecho também vai passar por serviço de dragagem. A ordem de serviço para a empresa que vai supervisionar obras de dragagem no trecho de Codajás será assinada na próxima segunda-feira (16). A informação foi confirmada ao ÚNICO pelo ministro dos Transportes, Renan Filho.

No rio Madeira

Já na região do Tabocal, que compreende a foz do rio Madeira, a projeção do ministério é assinar a ordem de serviço com a empresa que vai supervisionar as obras nesta sexta-feira (13) e, assinar a ordem de serviço para o início imediato das obras no local até a próxima segunda, dia 16. “Estamos trabalhando para iniciar essas obras o quanto antes”, acrescentou o ministro.
O rio Madeira é a principal via de escoamento de produtos fabricados na Zona Franca de Manaus (ZFM) para os mercados consumidores, assim como também da chegada de insumos para as fábricas instaladas na capital amazonense.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *