Governo entrega complexo esportivo na zona sul de Manaus

Ação faz parte das obras complementares do Prosamin+

Vice-governador anunciou patrocínios a atletas e paratletas

Os moradores da zona Sul de Manaus receberam, nesta sexta-feira (10), a Arena Betanhão e o Campo Noroeste totalmente revitalizados, no bairro Betânia. A entrega do complexo esportivo foi feita pelo vice-governador Tadeu de Souza, representando o governador Wilson Lima, que anunciou a renovação de programas da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel) e novos incentivos financeiros voltados aos atletas e paratletas locais.

O trabalho de revitalização do espaço faz parte das obras complementares a uma das etapas do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), na margem esquerda do Igarapé do Quarenta, entre as ruas Silves e Maués. O complexo esportivo – que também é composto pela Arena Multiuso Betânia, entregue em 2022 – recebeu investimentos estaduais de aproximadamente R$ 2,1 milhões.

A obra geral, executada pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), consiste na urbanização de um trecho de 113,4 metros quadrados, onde também está sendo construída uma nova via que vai ligar o Distrito Industrial à avenida Lourenço da Silva Braga (Manaus Moderna). A intervenção vai garantir fluidez no trânsito da região até a área portuária da capital.

Durante a inauguração, o vice-governador destacou que o Governo do Amazonas investe em projetos de requalificação urbanística aliada à valorização comunitária por meio do incentivo à prática esportiva, especialmente para proteger crianças e adolescentes. Os novos espaços entregues no bairro Betânia passarão a funcionar como núcleo do Programa de Esporte e Lazer na Capital e Interior (Pelci).

“Há um alinhamento do governador Wilson Lima com todas as secretarias para priorizar a restauração desses espaços urbanos e comunitários. Hoje, temos aqui um exemplo de um espaço restaurado em que, ao mesmo tempo, serão implantados vários programas de esportes que fazem com que as crianças e adolescentes tenham a oportunidade de não serem cooptados pelo mal, pela escuridão”, frisou Tadeu de Souza.

Além do vice-governador, estiveram presentes o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Roberto Cidade; os vereadores Diego Afonso, Lissandro Breval e Márcio Tavares, pela Câmara de Municipal de Manaus (CMM); além de secretários estaduais.

Vidas transformadas

De acordo com o secretário da UGPE, Marcellus Campêlo, o local onde o complexo esportivo foi entregue, já foram reassentadas cerca de 1,3 mil famílias, retiradas de áreas sujeitas à alagação e realizadas obras de rede de esgoto, macro e micro drenagem e terraplanagem.

“É uma obra muito bonita, moderna, vai poder funcionar de dia e de noite por causa da iluminação instalada e que faz parte desse conjunto de obras do Prosamin+, que vem daqui da avenida Maués e vai até a comunidade da Sharp, para beneficiar mais de 3 mil famílias”, destacou o secretário.

Morador do bairro Betânia, o adolescente Jhonatha Willians, de 15 anos, é atleta de base e começará a treinar futebol na nova Arena Betanhão. Ele destaca a importância do Pelci e do novo espaço em sua vida e na de outros jovens da mesma faixa etária que vivem na região. Eles sonham em defender grandes clubes do Brasil e do exterior.

“É muito importante porque várias pessoas querem jogar em times grandes, mas precisam de dinheiro para isso. Aqui não, é um programa de graça. Aqui, nós mostramos o nosso esforço. Eu vou tentar dar o meu melhor, me esforçar e tentar conseguir jogar em times de fora, porque esse é o meu sonho e o sonho de muitos”, afirmou.

Novas vagas e inscrições

Durante a entrega, o vice-governador Tadeu de Souza assinou os termos de renovação dos programas Pelci, RespirAR e Mais Futevôlei para este ano, além de anunciar o programa Bolsa Esporte Estadual 2024. Trata-se de patrocínio oferecido a atletas e paratletas, com valores que variam de R$ 400 a R$ 3 mil mensais. As inscrições serão abertas em junho.

Em 2023, o patrocínio do Governo do Amazonas beneficiou mais de 130 desportistas, em mais de 30 modalidades, que juntos alcançaram índices olímpicos, quebraram recordes, conquistaram medalhas pan-americanas e levaram o esporte amazonense a ser reconhecido internacionalmente.

Para o Pelci, serão abertas 120 vagas para crianças e adolescentes na faixa etária entre sete e 17 anos, dos públicos masculino e feminino, na modalidade de futebol de campo, inicialmente. Os interessados poderão se inscrever a partir de segunda-feira (13). No ano passado, o programa contemplou mais de 15 mil atletas em Manaus e no interior.

De acordo com o secretário de Estado de Desporto e Lazer (Sedel), Jorge Oliveira, os programas vão se tornar políticas de Estado, ou seja, com status permanente, o que reflete o compromisso da gestão Wilson Lima com a valorização do esporte amazonense. “Com a recriação da Secretaria de Estado do Desporto, os investimentos do Governo do Amazonas aumentaram no esporte e isso faz que possamos renovar o RespirAR, o Pelci e o Mais Futevôlei. Mas o mais importante é que o novo PPA (Plano Plurianual) do governador Wilson Lima já coloca esses programas como políticas públicas de Estado”, frisou o secretário..

O programa Mais Futevôlei nos Bairros, integrado ao Pelci, já tem 12 núcleos em funcionamento. Nesse contexto, o Governo do Amazonas, por meio da Sedel, também fez repasse de material esportivo à Federação Amazonense de Voleibol (FAV), doando 300 bolas profissionais e 30 redes de vôlei.

Reconhecido internacionalmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o RespirAR tem o objetivo de combater o sedentarismo e promover a qualidade de vida. Desde que foi lançado, em 2021, o programa já fez mais de 359 mil atendimentos, contemplando 72 mil amazonenses, com serviços de fisioterapia e atividade física.

Paris 2024

Com foco nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2024, o Governo do Estado terá benefícios para os atletas e paratletas locais. Os que garantirem vaga receberão R$ 40 mil, e seus treinadores, R$ 10 mil.

Atletas e paratletas amazonenses que garantirem medalha nas competições em Paris também receberão R$ 200 mil para ouro, R$ 150 mil para prata e R$ 100 mil para bronze. Os treinadores serão beneficiados com R$ 10 mil.

Mais obras na zona sul

Ainda na zona sul da capital, o Governo do Estado, por meio da UGPE, utiliza terrenos remanescentes do antigo Prosamim para melhorar a infraestrutura e construir novas habitações.

No âmbito do novo Prosamin+, está sendo construída a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro Raiz. A obra faz parte de um acordo de cooperação técnica firmado entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus. O governo doou o terreno para a concessionária Águas de Manaus (Aegea) fazer a construção da ETE.

Em outro trecho próximo, na rua Maués, no bairro da Cachoeirinha, uma quadra habitacional com 72 apartamentos está em obras, também pelo Prosamin+.

Além disso, serão construídos na área dois conjuntos habitacionais por meio do Programa Amazonas Meu Lar, com um total de 292 apartamentos, em dois terrenos remanescentes. O projeto prevê a implantação da Quadra Habitacional Raiz, com 192 unidades distribuídas em 12 blocos, e a Quadra Habitacional Betânia, com 104 apartamentos em oito blocos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *