Governadores são orientados a reforçar a segurança nesta quarta-feira

Procuradoria da República recebeu alerta de possíveis atos antidemocráticos por meio do canal de denúncias

A determinação é de prisão em flagrante para casos de vandalismo

Brasília (ÚNICO) – Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu para que governadores, secretários de segurança pública e comandantes-gerais das Polícias Militares dos Estados sejam notificados para que reforcem a segurança nas capitais e principais cidades nesta quarta-feira (11).
Segundo o órgão, a medida é necessária porque uma mensagem convocando para novos atos antidemocráticos nesta quarta-feira tem circulado nas redes sociais e aplicativos de conversa nos últimos dias.
A convocação acendeu o alerta de outros órgãos, como a Advocacia-Geral da União (AGU), que também encaminhou um pedido sobre o tema ao Supremo.

Denúncia

De acordo com a PGR, o fato chegou ao conhecimento do Ministério Público Federal (MPF) por meio do canal de denúncias aberto para receber informações sobre os atos de vandalismo protagonizados por apoiadores radicais do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em Brasília, no domingo (8).

Flagrante

Na manifestação enviada ao STF, o coordenador da Câmara Criminal do Ministério Público Federal, Carlos Frederico Santos, pediu ainda que os responsáveis pelas medidas de segurança nos Estados sejam orientados a monitorar “todos os possíveis eventos e identifiquem os manifestantes, promovendo, caso haja a prática de algum crime, a prisão em flagrante”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *