PRIMEIRA MÃO

Governador decreta calamidade pública e fecha todo comércio

Governador decreta calamidade pública e fecha todo comércio
O governador Wilson Lima decretou estado de calamidade pública e determinou o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais e de serviços, à exceção daqueles que trabalham com alimentos, medicamentos e outros itens essenciais, como postos de gasolinas. Consultórios médicos, odontológicos e veterinários, pet shops estão com as atividades suspensas por 15 fias.
  • 🔴 Decreto determina fechamento de todo comércio, exceto os que trabalham com itens essenciais
  • 🔴 Apenas drogarias, supermercados, mercadinhos, padarias poderão ficar abertos
  • 🔴 Estabelecimentos comerciais poderão funcionar, exclusivamente, para entregas em domicílio ou como ponto de coleta

O governador Wilson Lima decretou estado de calamidade pública e determinou o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais e de serviços, à exceção daqueles que trabalham com alimentos, medicamentos e outros itens essenciais, como postos de gasolinas. Consultórios médicos, odontológicos e veterinários, pet shops estão com as atividades suspensas por 15 fias.

  • ✅ Home Office

No mesmo decreto, o governador determinou o funcionamento, por home office, dos órgãos e entidades da administração direta e indireta do Poder Executivo Estadual, ressalvados os serviços essenciais. O estado de calamidade já havia sido decretado pelo prefeito Artur Neto em Manaus. Agora, Wilson estendeu para todo o Amazonas.

  • ✅ Máscaras N95

A máscara N95, indicada para proteger os profissionais de saúde que estão na linha de frente no atendimento aos pacientes com coronavírus, está em falta no Brasil e no mundo. Em Nova Iorque, hospitais estão esterilizando as máscaras N95 para serem reutilizadas. Sem proteção adequada é cada vez mais crescente a contaminação de profissionais de saúde. O Governo espera receber esta semana um lote de máscaras N95 para atender exclusivamente os profissionais que atuam no Delphina Aziz.

  • ✅ Números preocupantes

O aumento do número de casos de coronavírus no Amazonas está preocupando as autoridades de saúde. Em apenas 10 dias, o número de casos confirmados subiu de 1 Para 32 casos, enquanto o Pará, com uma população bem maior, tem apenas cinco casos. Os números divulgados revelam que estão sendo investigados 20 casos suspeitos. Três pacientes contaminados estão internados no Estado, sendo um em estado grave na UTI do Delphina Aziz.

  • ✅ Cloroquina começa a ser testado

A Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) autorizou pesquisa para o uso do medicamento cloroquina, em conjunto com outros medicamentos, para o combate do novo coronavírus em pacientes em estado grave, no Estado. O primeiro paciente a receber o medicamento será o parintinense que está no Delphina Aziz após ser infectado pelo vírus. O estudo será coordenado pelo médico da Fundação Tropical e pesquisador da Fiocruz Marcos Lacerda.

  • ✅ Amazonino dispara nas pesquisas

O ex-governador Amazonino Mendes (Podemos) é o único candidato a prefeito de Manaus que cresceu nas últimas três pesquisas de intenção de votos divulgadas este mês – DMP, Pontual e Action. Amazonino chegou a 30,7%, enquanto Davi Almeida (Avante) caiu para 15,3%. José Ricardo (PT) que chegou a ter 17% desabou para 4,8%. O deputado federal Alberto Neto (Republicanos) tem 6,4%.

  • ✅ Antecipação de salários

O presidente da Asssembleia, Josué Neto (sem partido) propôs que o Governo do Amazonas antecipe o pagamento dos salários dos servidores públicos para que eles possam comprar itens básicos para enfrentar a quarentena. Josué também quer que o Estado use as escolas para abrigar os moradores de rua.

  • ✅ Samsung pára em Manaus

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, Valdemir Santana, confirmou a informação de que a Samsung Eletronics, uma das maiores em atividade no Polo Industrial de Manaus, vai paralisar suas atividades por pelo menos 7 dias a partir desta terça-feira (24/3).

  • ✅ Apoio as micros

Governador anunciou R$ 40 milhões para micro e pequenas empresas e determinou que Procon interceda junto a empresas de água, luz, telefone e internet para evitar o corte do serviço por inadimplência.

  • ✅ Sem novena

Em 75 anos do Santuário de Aparecida, esta será a primeira terça-feira sem novena de N.S.P.Socorro, que toda semana leva mais de 15 mil pessoas nas celebrações de 6 às 20 horas.


Compartilhe >
Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *