fbpx
16 de outubro de 2021
Gente feliz é gente que corre!

Coluna:

Por: Maria Ritah

Maria Ritah é atleta ultramaratonista, apresentadora e produtora do programa Conexão Gaia, da radio Logos FM 87.9. Contato comercial 92-991021957

Gente feliz é gente que corre!

corrida

Por Maria Ritah

Sim ou Não?

Eu sei que alguns de vocês podem não concordar comigo e achar que correr é bom, ponto! Na verdade, toda vez que se analisa a questão de ser ou não feliz, é quase sempre algo muito pessoal. É possível que duas pessoas tenham o mesmo nível de saúde, riqueza e comodidade e uma delas seja feliz e a outra completamente infeliz?
Sim, é possível. Mas, de acordo com o ponto de vista, cada um pode encontrar situações favoráveis para vivenciar a felicidade.

Tudo depende!

Eu tenho uma história da vida real que comprova a minha teoria de que gente feliz é gente que corre.
E o meu conto da vida real, começa 40 anos atrás, quando a minha amiga corredora de rua, Bety Deyse Brasao, hoje com 69 anos, encontrou o Luiz Brasão de Lima, hoje com 76 anos, correndo pelas ruas de Manaus.

Foi amor a primeira vez. Depois de um convite para sair, do namoro ao casamento foi um passo.

Bety lembra que mesmo depois de casado, o seu Luiz saia para correr na rua e ela ficava em casa esperando, até um dia, enciumada e cansada da rotina, resolveu acompanhar o marido na atividade física. Bastou o primeiro quilômetro, a respiração ofegante, o corpo suado para que ela se sentisse bem, mais bonita e feliz ao lado do marido. “Foi por vaidade que eu comecei a correr”, confessou.

Depois disso, entrou para o grupo de corrida do professor Sergio Nazareno. Viajou para o Rio de Janeiro para participar de maratonas e treinou muito para participar de competições locais.

Corrida 2

O jeitinho simples, passos rápidos, ela treina há mais de 20 anos, atravessando avenidas e parques numa disciplina diária que não deixa nada a dever a essa nova geração de gente que corre.

Próximo de alcançar sete décadas de vida, essa atleta esbanja saúde e vitalidade ao lado do seu fiel escudeiro, o marido Luiz. Um amor de corrida que dura até hoje. Se eles brigam? Bety salienta que discutir a relação só se for correndo.

Vamos combinar querido leitor, depois de tanta transpiração, quem tem força para uma briga?

Sabe, independente do qual esporte seja, nosso corpo é talhado para se movimentar. Se você tem um parceiro ou uma parceira de vida, se você vive com alguém ou tem uma pessoa bem próxima a si, é importante conduzir a vida com ela.

O casal de corrida é digno de nota por construírem um relacionamento sólido, e que não representa este nosso mundo atual tão liquido, onde as relações sociais, econômicas são frágeis e maleáveis como os líquidos.

Um dia cada vez, que você faça o que realmente importa.

Seja feliz!

Maria Ritah, é apresentadora e produtora do programa Conexão Gaia, da radio Logos FM 87.9. Contato comercial 92 991021957

Qual sua Opinião?

Confira Também