Fórum das Águas faz audiência na praça neste sábado

Coletivo de entidades quer incentivar reflexão e questionamento sobre os serviços de água

Tribuna é aberta para manifestação popular

O coletivo Fórum das Águas e a Organização Habitat para a Humanidade promovem, neste sábado (4), a partir das 9h, a 5ª edição da Tribuna das Águas, na Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), com a participação de representantes das entidades que integram o fórum, convidados e demais interessados.

O objetivo é promover a discussão em torno do tema ‘Trabalho e Saneamento’, promovendo o debate e a reflexão dos usuários do serviço prestado em Manaus.

População sem água

Membro organizador do Fórum das Águas, Sandoval Rocha destaca que, no Nordeste, somente 41,2% da população possui esgotamento sanitário, enquanto na região Norte apenas 22,8% da população possui acesso ao serviço. No que diz respeito ao abastecimento de água, o Nordeste apresenta 76,3% da população com acesso à água potável, enquanto a região Norte possui apenas 55,7% da população com acesso a redes de abastecimento.

No ranking das unidades federativas, o Amazonas está entre os piores estados, ocupando a 23ª posição no abastecimento de água pela rede geral. Somente 66% dos domicílios particulares permanentes ocupados (713.550) possuem ligação à rede geral. Manaus está na 21ª posição entre as capitais, com 76,2% dos domicílios ligados à rede geral.

“Um péssimo desempenho para uma cidade cujos serviços são privatizados. Depois de duas décadas e meia de concessão – 24 anos – há evidências irrefutáveis de que a privatização não veio para melhorar a vida da população, mas somente aquecer o mercado, beneficiando as empresas que por aqui passaram. Transformaram água e serviços essenciais em moedas de troca, ignorando o mais importante, que é o bem da população”, avalia Sandoval Rocha, filósofo, doutor em Ciências Sociais pela PUC-Rio e mestre em Ciências Sociais pela Unisinos/RS, membro da Companhia de Jesus, associado do ONDAS, trabalha no Instituto Amazonizar, da PUC-Rio.
Ele ressalta que, durante a Tribuna das Águas, quem quiser comparecer, pode retratar a situação vivenciada em seu bairro ou comunidade e entender como funciona o sistema de abastecimento hoje e discutir alternativas viáveis para melhoria da prestação de serviço.

Serviço

O QUÊ: V Tribuna das Águas
QUANDO: Sábado, 04.05.24
ONDE: Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia) – Av. Sete de Setembro – Centro
HORÁRIO: A partir das 9h
CONTATO: Mercy Soares (92) 98197-5696


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *