Federações esportivas preparam sanções a casal agressor

Policial e esposa são associados a entidades de Jiu-Jitsu

Câmara Municipal vai retirar medalha concedida a policial

Alessandra Lippo
Da redação do ÚNICO

Três federações esportivas do Jiu Jitsu e o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas emitiram notas informando que estão “adotando providências” contra o casal Raimundo Nonato Machado e Jussana Machado, filmados durante agressão a uma babá e ao advogado Ygor Colares, que levou um tiro na perna, em condomínio de classe média, na Ponta Negra, no final de semana. Os vídeos ganharam repercussão nacional. O casal está preso por determinação da Justiça.

Federações

A Federação Amazonense de Jiu Jitsu Esportivo (FFJAE), a Federação Amazonense de Jiu-Jitsu Profissional (FJJPRO) e a Federação de Jiu-Jitsu do Amazonas (FJJAM) divulgara nota de repúdio contra Raimundo Nonato, que é policial civil e mestre em Jiu=Jitsu 7º Dan, afirmando que estão adotando “as medidas cabíveis no âmbito das instituições”.


Da mesma maneira, o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas definiu que não apenas repudia as agressões feitas pelo casal, mas também “fará tudo dentro da sua competência para que esses covardes jamais toquem num tatame oficial”.

Medalha cancelada

Nesta segunda-feira (21), a Câmara Municipal de Manaus analisa o pedido de cancelamento da Medalha Ouro Alfredo Barbosa Filho, concedida em 2021 ao investigador Raimundo Nonato Machado. O pedido foi feito pelo mesmo vereador que propôs a comenda, Allan Campelo (Podemos).

Prisões

A esposa do policial, Jussana Machado, foi presa em flagrante depois da agressão à babá e de ter atirado no advogado Ygor Colares e teve a prisão convertida em preventiva. Raimundo Machado teve a prisão decretada no sábado (19), mas só se apresentou no domingo (20) à Delegacia Geral e está carceragem agora.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *