Exposição de fósseis de dinossauros é reaberta no Musa

Fósseis revelam o passado pré-histórico da Amazônia

Museu funciona diariamente até as 17h e os ingressos são pagos

O Museu da Amazônia (Musa) reabriu, neste sábado (18), a exposição Passado Presente: Dinos e Sauros da Amazônia. O espaço estava fechado há cerca de um mês, após uma árvore tombar sobre a tenda de exposição e danificar os fósseis de dinossauros.
Os trabalhos de recuperação e restauro das peças foram realizados pelo especialista em biologia de vertebrados da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC – MINAS), Bruno Garzon, e pela equipe de artistas plásticos do Musa coordenados por Roberto Suarez e Raul Perigo.
“O processo de restauro e reconstrução das peças precisa ser minucioso e contar com materiais específicos, pois é essencial preservar características do fóssil original”, afirmou o restaurador.

Pré-histórico

Segundo o Musa, a exposição é uma das mais procuradas para visitação, principalmente pelas crianças, admiradores e estudiosos do passado pré-histórico Amazônico. O espaço foi inaugurado em 2021, após a descoberta de um sítio paleontológico em Boca do Acre, no Amazonas. “Estamos felizes em devolver ao público uma exposição tão rica em história quanto essa”, disse o diretor do Musa, Ennio Candotti.
O musa funciona diariamente, das 8h30 às 17h. Os valores para a visitação variam entre R$ 30 e R$ 120.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *