fbpx

Evento busca fortalecer a cadeia econômica da pesca esportiva e turismo

Empresas interessadas em montar stands já podem se inscrever

Lançamento será nesta terça, e a feira será aberta em agosto

Com a proposta trazer soluções para a cadeia do Turismo no Amazonas e como forma de fomentar o desenvolvimento desse mercado, o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus (Codese Manaus) promove, nesta terça-feira (21), às 19h30, o lançamento da a 1ª Feira de Pesca Esportiva, Ecoturismo e Turismo de Aventura da Amazônia, com o slogan “A Amazônia é uma aventura”.
A feira ocorrerá nos dias 18, 19 e 20 de agosto, no Centro de Convenções Vasco Vasques (CCA2), em Manaus (AM) e tem como objetivo promover negócios da Floresta Amazônica para o mundo por meio da geração de uma cadeia de negócios, movimentando diferentes setores do segmento de Turismo, entre eles a hotelaria, gastronomia, além de tecnologias para as práticas de ecoturismo e turismo de aventura.
Para o primeiro ano, a previsão é de reunir 150 expositores e atrair, em média, 5 mil visitantes por dia.

Indústria mundial

A atividade turística de pesca atrai mais de 30 mil pessoas, de todo o mundo, durante a temporada de julho a fevereiro no Amazonas, movimentando em torno de R$ 400 milhões.
Entre os municípios preferidos dos turistas para a realização de pesca esportiva estão: Barcelos, Presidente Figueiredo, São Sebastião do Uatumã, Careiro da Várzea, Itacoatiara e Itapiranga. O público é especialmente formado por brasileiros do Sul e Sudeste, além de norte-americanos, europeus e asiáticos.
A atividade tem as regras definidas dentro do Decreto de Lei Estadual nº 39.125/2018, que permite aos pescadores fisgar o peixe, medir, pesar, fazer fotos, retirar o anzol e devolver ao habitat.

Patrocinadores

Realizada pelo Codese Manaus, a 1ª Feira de Pesca Esportiva, Ecoturismo e Turismo de Aventura da Amazônia conta com o patrocínio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), com o apoio do Governo do Estado por meio da AmazonasTur, Associação Comercial do Amazonas (ACA), Associação Brasileira de Agências de Viagens do Amazonas (ABAV), Associação Brasileira de Bares e Restaurante (Abrasel – AM), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae – AM)), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Amazonas e Rede de Inovação e Empreendedorismo da Amazônia (Rami).

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.