Especialista diz que o consumo de ovo no Brasil deve crescer em 2024

Em 2023 a quantidade chegou a aproximadamente 242 ovos por pessoa

O aumento em 2024 deve ser de 7%, ou seja,260 ovos por pessoa

Fábio Rodrigues, Especial para o ÚNICO

Brasília (ÚNICO) O consumo de ovos no Brasil tem apresentado um crescimento significativo nos últimos anos. E ainda que as projeções para 2024 sejam apenas estimativas, podendo estar sujeitas a variações, a expectativa é que o percentual seja superior na comparação com os anos anteriores.
Em 2022, por exemplo, houve um consumo Per-Capita de aproximadamente 241 unidades por habitante. Em 2023, essa quantidade se manteve estável, chegando a aproximadamente 242 ovos por pessoa, dados divulgados no relatório anual 2024 da ABPA.

Para 2024, a estimativa é que esse número suba para próximo de 260, um aumento de 7% em relação ao ano anterior, retornando a um patamar que foi alcançado durante a pandemia.
“Esse percentual, ainda que ousado, é extremamente alcançável. No entanto, para isso, vários fatores precisam favorecer o consumo do ovo, além de, claro, o desempenho do setor ao longo do ano, como a oscilação do mercado e o preço do produto ao consumidor final”, avalia a nutricionista animal da Quimtia Brasil, uma das principais indústrias especializadas no desenvolvimento e na fabricação de insumos direcionados para nutrição animal, Juliana Forgiarini.

Vários fatores têm contribuído para o crescimento contínuo no consumo de ovos no País. Antes visto como uma espécie de “vilão” na mesa dos brasileiros, em meados da década de 90 e início dos anos 2000, os novos os hábitos alimentares, a versatilidade do alimento na culinária, o preço da carne – que subiu consideravelmente especialmente nos anos após a pandemia – e a ampla divulgação dos benefícios do alimento, que ajudaram na conscientização das pessoas sobre seus benefícios, tem feito com que o ovo se tornasse uma alternativa acessível, econômica, mas sobretudo vantajosa para os consumidores.
Com a credibilidade do mercado de ovos no Brasil em ascensão nos últimos anos, colocou o País na lista dos 10 maiores produtores de ovos do mundo, sendo a China a grande produtora de ovos no mundo.

Um alimento completo

Considerado um super alimento, o consumo frequente, desde que a partir de uma dieta balanceada, pode proporcionar benefícios inimagináveis ao organismo das pessoas.
“É um item com composição nutricional rica e variada, sendo fonte de vitaminas, minerais e diversos outros nutrientes essenciais ao corpo, que podem melhorar significativamente a imunidade, a memória, a função cognitiva do cérebro, reduz possibilidade de doenças ocular e previne a queda capilar, além de ser, ainda, um excelente regulador de apetite e controle de peso, devido ao seu perfil nutricional rico em proteínas e gorduras saudáveis”, reforça.

Produtor tem papel fundamental

Segundo a especialista, “aspectos como a eficiência produtiva por aves alojadas, a adoção de tecnologias modernas e práticas sustentáveis, a diversificação do produto e a capacidade do produtor em atender à demanda de mercado são indicadores importantes que contribuem para o crescimento”, conclui a especialista.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *