Escola do TCE treina fiscais de portos e embarcações

Auditores fizeram curso em estaleiro de Iranduba

Meta é fiscalizar embarcações construídas com dinheiro público

A Escola de Contas Públicas do Amazonas, vinculada ao Tribunal de Contas do Estado, ofereceu a 35 auditores técnicos de controle externo da área de obras públicas uma aula prática do curso de Técnicas de Inspeção em Embarcações da Escola de Contas Públicas do Amazonas (ECP) , no Estaleiro Juruá, em Iranduba.

A turma teve a oportunidade de conhecer técnicas novas de fabricação de diferentes modalidades de embarcações, desde balsas transportadoras de combustíveis, até navios de transporte de produtos do Polo Industrial de Manaus (PIM).

O grupo foi apresentado a equipamentos de jateamento e pintura em aço, além de dobradeiras, matéria-prima usada na fabricação de embarcações.

Conhecimentos amplos

O curso foi ministrado pelos professores Nadja Vanessa Miranda Lins e Alex Monteiro dos Santos. “Os técnicos terão conhecimento mais amplo quando forem auditar embarcações e portos construídos com aço”, afirmou Nadja Lins.

O diretor de Operações de Obras Públicas do TCE-AM, Euderiques Marques, participou do curso e explicou que “os conhecimentos de embarcações, resistência e durabilidade do aço, projetos e tecnologia naval são essenciais para auditar embarcações e portos construídos com verbas públicas”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *