Eduardo Braga confirma dinheiro para novo porto em Manaus

Senador diz que ele e Omar conversaram com presidente Lula sobre o assunto

Novo porto será construído na Manaus Moderna

O senador Eduardo Braga (MDB), anunciou que um novo porto será construído na Manaus Moderna. Disse que ele e o senador Omar Aziz conversaram pessoalmente com o presidente Lula sobre esse assunto.
Conversamos com o presidente Lula e conseguimos colocar no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) a construção de um novo porto na Manaus Moderna para atendimento de passageiros e cargas”, explicou Eduardo Braga.

Portos improvisados

Eduardo Braga disse que aproximadamente um milhão de amazonenses todos os anos passam por Manaus e não tem onde embarcar e desembarcar com dignidade na cidade.

“ E quando chega uma pessoa doente do interior do estado em Manaus, e vem muito porque ainda dependemos das áreas de alta e média complexidade, esses doentes chegam aqui no beiradão e não têm onde desembarcar”, explicou.
Braga lembrou que o porto do Rodoway, que afundou parcialmente há um ano e meio, e até hoje não foi recuperado, funciona com restrições e também será revitalizado, dinamizando o turismo da capital.

“Estamos sem uma política do estado para resgatar um roteiro de turismo importantíssimo para a nossa cidade. Esses navios de cruzeiro que chegam do exterior aqui em Manaus, na hora do desembarque neste Rodoway é triste”, afirmou.

O porto do São Raimundo

O senador anunciou que o Porto do São Raimundo, que antes era muito utilizado para a travessia de barcos e balsas até a cidade de Iranduba, será reestruturado com foco no turismo.

“Estamos procurando fazer um porto para turistas, voltado, principalmente, ao turismo de pesca. Hoje, essas embarcações tipo Zaltana, Rio Negro Queen e outros tantos barcos que fazem esse turismo de pesca em Manaus, não tem onde fazer o embarque e desembarque desse turista com segurança, com conforto. Essa é uma atividade econômica crescente e que precisa ser olhada cada vez com mais atenção pelo Poder Público do estado do Amazonas”, defendeu Braga.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *