fbpx
21 de maio de 2022
Ingrid-Mendonca-1

Coluna:

Por: Ingrid Mendonça

Ativista da Inclusão! Presidente Licenciada da Associação dos Deficientes Visuais do Amazonas, Pré-Candidata a Vereadora de Manaus

Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Visual

Pessoa-com-Deficiencia-Visual

Por: Ingrid Mendonça

O dia 13 de dezembro é comemorado como o dia nacional da pessoa cega ou com deficiência visual.

Essa data como tantas outras, foi instituída para estimular a sensibilidade, combater o preconceito, a discriminação e promover a valorização humana.

Compreende-se a pessoa com deficiência visual em dois grupos: pessoa cega (cujos olhos não tem percepção de luz) e pessoa com baixa visão (aquela que possue algum resíduo visual, igual ou menor que 30% do que seria uma visão normal).

Essa condição pode ser congênita ou adquirida em algum momento da vida, seja por patologia ou trauma sofrido nos olhos.

A partir desse conhecimento didático, temos o maior desafio: Incluir!

Costumo dizer que a inclusão é um estilo de vida. Tem que ver com atitudes.
Palavras são importantes para ensinar, motivar, conscientizar. Mas são as ações que impactam e fazem a diferença!

Atualmente muitas ferramentas são utilizadas por esse grupo para melhoria da qualidade de vida. Recursos tecnológicos permitem a interação, lazer e trabalho de forma acessível, a bengala ou o cão-guia possibilitam a locomoção de forma idependente.
Ainda assim a maior deficiência está nos lugares que não permitem o acesso, nas instituições que não capacitam seus funcionários, nas autoridades que não investem em acessibilidade, nas pessoas que se fecham para o que é diferente.

Lidar com as diferenças requer aprendizado constante e sobretudo compreensão e disposição.

O que devo fazer?
Como me comportar?
O que falar?
Como ajudar?
Em se tratando de pessoas com deficiência visual é válido perguntar, dar voz para que possamos falar!
Ofereça ajuda, pergunte como ajudar, não se ofenda se a pessoa recusar. Não superproteja se ela aceitar.
A solução é sempre Se comunicar!

Que esse dia nos lembre acima de tudo da nossa humanidade e para nós pessoas com deficiência visual, que nossa única limitação seja a dos olhos, mas que nossa mente e coração estejam dispostos a voar, alcançar novos horizontes e ir sempre além!

Ingrid Mendonça –
Ativista da Inclusão,
Psicóloga,
Vice-Presidente da Organização Nacional de Cegos do Brasil

Qual sua Opinião?

Confira Também