fbpx

Desembargador Pascarelli vai voltar a presidir o Tribunal de Justiça do Amazonas

A Assembleia Legislativa do Amazonas aprovou, por unanimidade, ontem (18) o Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 8 de 2021, que institui, em caráter excepcional

Variante Delta já é uma realidade no Amazonas e tende a se alastrar

Tudo pronto para a volta às aulas presenciais na capital e interior

Indígenas e sem-teto recebem vacinação

Processo de Coari tem mais um recurso ainda em análise no TSE

Suframa abre espaço para artistas locais

Especialista e deputado alertam sobre a proliferação dos flutuantes em Manaus

Desembargador toma posse hoje no Tribunal Regional Eleitoral

Irmão de prefeito ostenta riqueza nas redes sociais

Pascarelli na presidência do TJAM

A Assembleia Legislativa do Amazonas aprovou, por unanimidade, ontem (18) o Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 8 de 2021, que institui, em caráter excepcional, a eleição ‘tampão’ para os cargos de presidente, vice-presidente e corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Amazonas, em maio de 2022. Nos bastidores do TJAM, dá-se como certo que o desembargador Flávio Pascarelli será eleito presidente para assumir esse mandato tampão. A eleição será em maio de 2022 e a posse em julho. Pascarelli ficará no cargo até dezembro. Ele foi presidente do Tribunal entre julho de 2016 e julho de 2018.

Articulações políticas se intensificam

Pesquisas de intenção de votos fresquinhas, que saíram do forno nesta semana, estão agitando os bastidores da política amazonense. As articulações foram intensificadas e muitos acordos estão sendo fechados a 11 meses das convenções. Mas nada que não possa ser revisto, considerando o quadro que se apresentará no primeiro semestre de 2022.

Variante Delta é realidade no Amazonas

O registro de seis casos da variante Delta no Amazonas acendeu o alerta das autoridades de saúde do Estado. Essa variante tem alto poder de transmissão, está presente em mais de 100 países e continua a se espalhar rapidamente. Nos EUA, a Delta já é responsável por 83% dos novos casos de Covid-19 e 99% das mortes são de pessoas que não se vacinaram.

Riscos da pandemia no Amazonas

Com 18,75% da população vacinada com as duas doses ou dose única, e com tudo funcionando normalmente, o Amazonas apresenta as condições propícias para essa nova variante se alastrar. Das seis pessoas que contraíram a variante Delta, quatro já haviam sido vacinadas e apresentam sintomas leves da doença, o que reforça a importância da vacina, que protege dos casos graves.

Volta às aulas

Apesar do alerta, já está tudo pronto para a volta às aulas presenciais,previstas para a próxima segunda-feira (23), com todo mundo dentro de sala de aula e professores imunizados com duas doses. A Seduc vai continuar exigindo máscaras e medidas sanitárias. Ontem começou o abastecimento dos colégios públicos com a merenda escolar
A volta às aulas acontece um ano e meio após a suspensão causada pela pandemia de Covid-19.

Indígenas e sem-teto

Nesta quinta-feira (19) a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), vai imunizar, na Praça da Matriz, pessoas em situação de rua. Ao mesmo tempo vai oferecer serviços de psicologia, direito, higiene, etc.
Também hoje termina a segunda etapa da ação de vacinação contra a Covid-19 na comunidade indígena Parque das Tribos, no bairro Tarumã-Açu (Zona Oeste) e começa a rodada da primeira dose do imunizante Pfizer/BioNTech, nos adolescentes indígenas de 12 a 17 anos.

Jovens lotam postos

A procura de vacinas por parte dos jovens de 12 a 17 anos foi tão grande que obrigou a prefeitura a abrir mais um ponto de vacinação. Agora, na Arena da Amazônia já estão abertas 20 novas estações de vacinação para atender exclusivamente pedestres, de 12 a 17 anos e o público em geral a partir dos 18 anos, com a primeira e a segunda dose dos imunizantes Pfizer, AstraZeneca e Coronavac.

Artistas na Suframa

No dia 26 de agosto, acontecerá a reunião do Conselho de Administração da Suframa, que poderá ter um atrativo lúdico. A Superintendência da Suframa disponibilizou o hall de acesso do prédio central para artistas compartilharem suas produções, desde pinturas, esculturas e outros tipos de manifestações.

Alerta sobre flutuantes

O biólogo e embaixador do Instituto Lixo Zero Brasil, em Manaus, Daniel Santos, diretor da Damata Consultoria, empresa especializada em projetos ambientais, alertou sobre os riscos da proliferação de flutuantes em Manaus, principalmente na área do Tarumã. O deputado estadual Serafim Corrêa é outro que vem alertando: “há riscos de Manaus ganhar uma cidade flutuante sem os cuidados ambientais e de saúde”, avisou. Os órgãos governamentais até agora não se manifestaram.

Coari ainda em suspense

Desde a cassação do prefeito eleito de Coari, Adail Filho, em dezembro de 2020, pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) – confirmada em abril deste ano pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – a cidade vive a expectativa de uma nova eleição que nunca acontece, em função de sucessivos recursos da defesa do ex-prefeito. Quatro meses depois da decisão superior, o processo andou mudando de gaveta e está nas mãos do ministro Carlos Horbach, do TSE, que vai analisar o Recurso Especial Eleitoral da defesa.

Posse no TRE

Toma posse hoje (19) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) o desembargador Abraham Peixoto Campos Filho. Ele será o substituto do desembargador Sabino Marques, que se aposentou.

Iranduba cheia de problemas

O Portal ÚNICO apontou na semana passada a incidência de nepotismo na administração do prefeito Augusto Ferraz, em Iranduba, que contratou seu irmão mais novo Albanir Teixeira de Lima Filho para o cargo de Coordenador de Informática na Secretaria de Infraestrutura do Município. Mas Albanir foi renomeado, ainda em janeiro, como chefe de gabinete da Seminf de Iranduba e, mais recentemente, fiscal de um dos contratos do município, com livre trânsito pelas secretarias. Albanir publica imagens de ostentação em suas redes sociais.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.