Deputado contesta opinião de governador ligado a Bolsonaro

Governador de São Paulo Tarcisio Freitas atacou a Zona Franca

Saullo Vianna disse que governador está fora da realidade

O deputado federal Saullo Vianna (União-AM) reagiu à declaração do governador de São Paulo, Tarcísio Freitas, que classificou como “distorção” os incentivos à Zona Franca de Manaus.

Para Vianna, é um contrassenso um ataque ao modelo Zona Franca de Manaus partir de um estado que fica na região que mais concentra incentivos fiscais do país.

Governador ligado a Bolsonaro

Saullo Vianna disse que a opinião do governador Tarcísio Freitas, que é do grupo político de Bolsonaro, reproduz uma opinião preconceituosa em relação à Zona Franca.

“Um estudo feito pela Consultoria do Parlamento aponta que mais de 60% das renúncias e benefícios fiscais estão concentrados nos estados do Sudeste e do Sul, justamente as regiões mais ricas do país. Isso, sim, é uma distorção”, afirmou.

O parlamentar observa que esses incentivos, o governador paulista, assim como outros inimigos da ZFM, não atacam.

“Muitos se negam a enxergar que o nosso modelo é uma política de desenvolvimento regional exitosa, com resultados incontestáveis na geração de empregos e na conservação ambiental”, disse.

Tarcísio ameaça

O governador Tarcisio Freitas disse também que vai pedir à bancada de São Paulo que vote contra os dois incentivos fiscais previstos na Reforma Tributária, relatada pelo senador do Amazonas, Eduardo Braga: o primeiro prevê incentivos para a indústria automobilística do Nordeste e o segundo prevê um imposto compensatório (Cide) para a Zona Franca de Manaus.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *