Defesa Civil aponta “subida geral” nas calhas dos rios do Amazonas

Beruri, por exemplo, já recuperou mais de 1,60m da vazante do rio Purus

Boletim diário mantém os 62 municípios em estado de emergência

A Defesa Civil do Amazonas divulgou em seu Boletim Diário de Monitoramento das calhas dos rios do Estado que, embora todos os 62 municípios amazonenses ainda permaneçam em “Situação de Emergência”, a maioria dos rios mais importantes estão em subida – lenta ou rápida. Veja como está cada calha, registrado pelo boletim até a quinta-feira (23). O boletim de sexta-feira (24) ainda não foi divulgado:

Calha do Negro

A estação de referência na nascente da calha, localizada no município de Santa Isabel do Rio Negro, registrou elevação de 9 cm nos cinco últimos dias (até quarta-feira), porém de quarta para quinta baixou 6 cm. Na porção média da calha, no município de Barcelos, foi registrada uma elevação de 37 cm. Já em Manaus, a elevação foi de 44 cm.

Calha do Juruá

Nos últimos cinco dias, a estação de referência no rio Juruá, situado em Itamarati, registrou uma elevação de 0,67 cm, o que é esperado para o momento. Na região mais a nascente da calha, entretanto, Guajará (Cruzeiro do Sul) e Ipixuna, baixaram respectivamente, 26 cm e 96 cm, devido à oscilação esperada entre as transições de estações.

Calha do Purus

Nos últimos cinco dias, a estação de referência da calha do Purus, localizada na foz do rio e no município de Beruri, registrou uma elevação de 89 cm, o que é esperado no momento, com isso o rio já recuperou 1,61 m desde o pico da vazante.

Calha do Madeira

A estação de referência da calha do Madeira localizada na nascente do rio e no município de Humaitá, registrou uma oscilação em seu nível nos últimos cinco dias, baixando no total 0,13 cm.

Calha do Solimões


Nos últimos cinco dias (até quinta), a estação de referência em Tabatinga, a nascente da calha, registrou elevação de 23 cm em seu nível, em Fonte Boa, na porção média foi registrado elevação de 77 cm. Já na região da foz da calha, em Manacapuru, foi registrado elevação de 57 cm.

Calha do Amazonas

Em Itacoatiara, o nível do rio subiu sutilmente nos últimos cinco dias, registrando elevação de 21 cm.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *