David revela porque rompeu com Wilson

Prefeito disse que governador fez exigências “inviáveis”

Gestor lança nesta segunda-feira sua candidatura à reeleição

Alessandra Luppo
Da redação do ÚNICO

O prefeito de Manaus, David Almeida, disse na manhã desta segunda-feira (3), em entrevista à rádio Bandnews Difusora, que o acordo com o governador Wilson Lima foi rompido por “condições inviáveis” apresentadas para a indicação do vice-prefeito.

O acordo, firmado nas eleições de 2022, era de que David iria apoiar a reeleição de Wilson e indicar o vice, Tadeu de Souza e, em 2024, Wilson iria apoiar a reeleição do prefeito, indicando o vice.

Segundo revelou David, Wilson apresentou “condições inviáveis” para dar seu apoio e o acordo acabou se desfazendo. O prefeito não quis entrar em detalhes sobre quais teriam sido as exigências do governador.

”Que seja feliz”

David Almeida indicou respeitar a decisão de Wilson Lima de lançar um candidato do partido dele, o União Brasil, mas que não vai dar apoio nem torcer por ele. “”Eu não desejo vitória para ele. É óbvio que eu desejo para mim”, disse. “Já que ele indicou um candidato a prefeito do partido dele, ele que siga com a candidatura dele, seja feliz pra lá”, encerrou.

Lançamento da pré-candidatura

O prefeito vai oficializar sua pré-candidatura à reeleição nesta segunda-feira (3) na casa onde ele nasceu, no bairro Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus, a partir das 18h.

David fez o convite pelas redes sociais, mas avisou que o local é pequeno e que não vale a pena levar caravanas ou comitivas muito grandes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *