David Almeida vetou projeto que prejudicava área verde

Área de preservação seria reduzida para construção de posto de gasolina

Veto volta para a Câmara Municipal depois do recesso

O prefeito de Manaus, David Almeida, vetou o Projeto de Lei nº 582/2021, que trata da demarcação da Área de Proteção Ambiental (APA) Floresta Manaós, localizada entre as zonas Leste e Sul – ela começa no Inpa, passa pela Ufam, atravessa o Coroado até o Conjunto Acariquara e tem um trecho no Japiim.


“Assinei o veto ontem (12) dessa área de preservação. Agora, vou devolver para a Câmara analisar”, disse David Almeida, na manhã desta quinta-feira (13), durante reinauguração do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) João Barbosa, no bairro Japiim.

O que diz a lei

A lei aprovada pela Câmara Municipal de Manaus, é de autoria do vereador Diego Afonso. O texto previa que um pedaço da APA, na região do Conjunto Acariquara, seria reduzido. O vereador foi acusado de agir em interesse pessoal, porque sendo empresário do ramo de combustíveis, estaria interessado em construir um posto de gasolina no local.

Procuradoria nega

Para vetar a lei, o prefeito seguiu parecer contrário da Procuradoria Geral do Município (PGM), que apontou inconsistências jurídicas do projeto, identificando vícios que ocorreram no âmbito do processo legislativo, tanto na sua iniciativa quanto nos requisitos para a redução da área de conservação.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *