David Almeida lança plano de dois anos para arborização de Manaus

Metas incluem o plantio de 20 mil novas árvores em toda a capital

Constantino Nery será a primeira avenida a receber mudas de pau-brasil

O prefeito de Manaus, David Almeida, lançou na manhã desta quarta-feira (3), o Plano Municipal de Arborização “Manaus Verde” para o biênio 2023/2024, com metas de plantar 20 mil mudas de árvores em toda a cidade. O gestor também oficializou a criação da Comissão Municipal de Mudanças Climáticas, que vai conduzir a elaboração do Plano de Ações Climáticas de Manaus.
“Nossa meta é arborizar mais a cidade de Manaus. Onde tem asfalto, tem concreto, vamos levar o verde e fazer com que a cidade, que foi escolhida pelo primeiro Prêmio Nobel Verde, possa efetivamente dar o exemplo. Estamos trabalhando também com a destinação correta do lixo, na preservação dos nossos mananciais e do meio ambiente. Temos aqui, quase todos os nossos mananciais poluídos, então, precisamos cuidar”, enfatizou Almeida.

‘Ilhas de Calor’

O primeiro local a receber ações de arborização será a avenida Constantino Nery, onde serão plantadas 50 mudas da espécie pau-brasil no canteiro central e em calçadas que possuem área suficiente para comportar árvores, prevendo, ainda, o plantio de mais 100 mudas em toda a extensão da avenida. A vegetação ajuda a diminuir as chamadas “Ilhas de Calor”, locais de grande concentração das altas temperaturas, por conta dos materiais impermeáveis como concreto, asfalto e pavimentos e a diminuição de cobertura vegetal no meio urbano.

Tecnologia

Segundo o prefeito, a população vai poder acompanhar em tempo real o processo de arborização, por meio de um aplicativo lançado pela que realiza o georreferenciamento dos serviços. Os técnicos vão registrar o local, a espécie e o autor do plantio, confirmando com uma foto que a muda foi plantada. “Esse aplicativo foi feito pela prefeitura e visa fazer um inventário de toda a arborização da cidade, sejam as árvores já existentes e as que a prefeitura implantará”, completou o diretor do departamento de Geoprocessamento da Semmas, Cleber Damasceno.

Metas para o final do biênio

  • Produção de 300 mil mudas;
  • Atendimento a mais de 200 pedidos de doações, entregando mais de 60 mil mudas;
  • Mais de 100 ações itinerantes de doação para a população em geral;
  • Plantio de mais de 20 mil mudas em mais de 40 áreas estratégicas da cidade;
  • Nos próximos dois meses (maio e junho) serão firmados mais dois acordos de cooperação, para intensificar e melhorar a arborização de Manaus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *