Cuidados contra pulgas e carrapatos

Dicas ajudam a combater as infestações

Limpeza, remédios e veterinários mantêm os parasitas longe

As pulgas e carrapatos são classificados como ectoparasitas. Os ectoparasitas são artrópodes que entram em contato com a pele dos hospedeiros, podendo ser insetos (pulgas, piolhos, mosquitos e moscas) ou ácaros (carrapatos e outros tipos de ácaros que causam as sarnas).

Tão importante quanto tratar o animal é também cuidar do ambiente onde eles vivem, pois a maior parte do ciclo de vida desses parasitas se dá no ambiente. Por isso, preparamos algumas dicas com medidas de controle para te auxiliar.

Medidas de controle:

  1. Inspeção nos pets: adote uma frequência de inspeções em seu pet. Observe todo o animal, mas dê atenção principalmente entre as dobras da pele, dentro da orelha e entre os dedos das patas, pois são locais onde esses parasitas geralmente preferem e ficam escondidos, por serem ambientes mais quentes e úmidos.

Sempre que levar o pet para passear, ou quando ele tiver contato com outros animais, faça essa inspeção para garantir que ele não esteja trazendo esses parasitas para casa.

  1. Cuidados com o ambiente: mantenha sempre limpo todos os locais onde o seu pet passeia. Cuide do quintal, além das partes internas da casa, como sofás, tapetes, almofadas e frestas nos pisos, pois podem ser esconderijos e locais de deposição dos ovos desses parasitas.
  2. Antiparasitários atualizados: é importante manter os pets com os antiparasitários em dia. No mercado existem várias opções de produtos com essa finalidade, dentre eles, as coleiras, sprays, pipetas, shampoos e os comprimidos. Cada um age de uma forma, e a utilização conjunta de um ou mais métodos potencializa os seus efeitos para prevenção e controle. Entretanto, consulte um médico-veterinário para orientá-lo sobre qual o método mais indicado.
  3. Higienização das roupas e caminhas: mantenha sempre as roupas, cobertas e a caminha do pet lavadas, pois podem ser abrigo para a postura de ovos e larvas. Não adianta controlar os parasitas no corpo do pet, se ele vai dormir e se reinfesta.
  4. Consultas ao médico-veterinário: leve o seu pet regularmente ao médico-veterinário, pois é muito importante realizar o acompanhamento da saúde do seu animal.

Cães e gatos

É importante lembrar que os cães e gatos são espécies diferentes, portanto os métodos de prevenção devem ser seguidos de acordo com o tipo de animal, porte e idade. Esperamos que essas dicas sejam úteis para auxiliá-lo nos cuidados com os seus pets, e a manter as pulgas e carrapatos longe deles.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *