R4vxaaAy_400x400
Jogatina Brasil e a reforma tributária

Por: Ademir Ramos

Professor, antropólogo, coordenador do projeto jaraqui, do NCPAM/UFAM vinculado ao Dpto. de Ciências Sociais.

CRIADO POR GETÚLIO VARGAS, INPA FAZ 71 ANOS NA OBSCURIDADE

inpa_606x455

Que diabo acontece que faz os governantes não valorizarem a ciência. Tem gente que diz que esse tipo de mandatário querem comprar tudo pronto, por essa razão, não fazem questão de investir na pesquisa como um dos pilares da soberania do povo e do próprio Estado-Nação.

Outros afirmam que é um dos traços dos governos populistas não valorizar a Educação, Cultura e Ciência, ironicamente dizem que eles “preferem cultura de ciclo curto” para fazer o povo dançar embriagado por falsas promessas.

Getúlio Vargas, com todo os vícios que possa ter, historicamente, era verdadeiramente um Estadista, homem de visão.

Motivado por toda discussão sobre Amazônia brasileiros desde a década de 30, depois de ouvir e acatar a decisão do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) resolveu decretar a criação do INPA – Instituo Nacional de Pesquisa da Amazônia, decreto n° 31. 672, de 29 de outubro de 1952, sendo instalado, em Manaus, no dia 27 de julho de 1954, sob a direção do Professor Olympio da Fonseca.

O INPA é uma das maiores referências de pesquisa das Américas focada na diversidade da fauna e flora das Florestas da Amazônia, bem como, na sua ocupação e sóciobiodiversidade que abriga nesse grandioso território nacional.

Faz 71 anos na obscuridade sem os meios necessários para o desenvolvimento de suas funções primordiais que são as pesquisas em suas variadas frentes de trabalho.

A começar que, passado mais de 50 dias das sabatinas com os pesquisadores para a escolha de sua Diretoria, até hoje o INPA continua sem uma legítima direção que lhe possibilite discutir e definir um planejamento estratégico para impulsionar a Pesquisa na Amazônia brasileira referenciada para o mundo.

A única razão para celebrar a data comemorativa é a determinação de seus pesquisadores e servidores que tudo fazem para defender e garantir os poucos projetos que ainda têm. Mas, tod@s sonham também fazer do INPA um grande Portal de Pesquisa na Amazônia brasileira capaz de agregar novos saberes, conhecimento, valores e capital como matriz de desenvolvimento humano e sustentável.


Qual sua Opinião?

Confira Também