CPI das ONGs vai ouvir técnicos do Tribunal de Contas da União

Membros querem saber sobre os recursos repassados às entidades

Requerimento de convocação já foi aprovado

Brasília (ÚNICO) – O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a atuação de organizações não-governamentais (ONGs) que atuam na região da Amazônia, senador Plínio Valério, informou que vai convocar técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) que analisaram repasses do Fundo Amazônia para as entidades que atuam na região.


O fundo recebe recursos de países como Alemanha e Noruega e é administrado pelo governo brasileiro por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Relatório de 2019

O interesse nos técnicos do TCU, segundo Plínio Valério, decorre de um relatório do ano de 2019 em que o tribunal apontou “falhas” verificadas nos últimos anos na gestão dos recursos do fundo. ““Muitas ONGs usam esse dinheiro do fundo para falar mal da Amazônia. Nós queremos desmascarar isso”, disse ele.

Um dos casos

Segundo relatório do TCU a que a CNN teve acesso, quase todos os recursos alocados em um dos projetos de uma organização (85%) foram gastos em itens de custeio como aluguel, energia, telefone e pagamento de salário de “equipe do beneficiário”, isto é, de uma ONG. A CPI diz discordar desse tipo de repasse.

Com informações da CNN


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *