Cotas dos rios do Amazonas estão abaixo do normal

Risco de cheia severa fica cada vez mais longe

SGB fez o segundo alerta de cheia deste ano

Alessandra Luppo
Da redação do ÚNICO

O Serviço Geológico do Brasil (SGB) divulgou o segundo alerta de cheia deste ano, informando que existe apenas 1% de chances de que o rio Negro, que banha Manaus, registre a cota de enchente severa que é de 39 metros acima do nível do mar.

Segundo os pesquisadores do SGB, as cotas dos rios do Amazonas estão abaixo das médias normais para o período e isso ainda é reflexo da seca recorde de 2023.

Alerta de cheia

As previsões, com antecedência de 45 dias para o pico da cheia que acontece em julho, foram anunciadas nesta quinta-feira (2), no segundo alerta de cheia deste ano, pelo SGB.

Os rios monitorados contemplam os municípios de Manaus, Manacapuru, Itacoatiara e Parintins.

Cheia normal

A pesquisadora em geociências do SGB Jussara Cury, considerando o modelo de previsão, há uma baixa probabilidade da cheia de 2024 ser severa. “Em Manaus tende a ficar abaixo da cota de inundação. Em Manacapuru pode ficar próximo da cota de inundação. Em relação a Itacoatiara e Parintins, que ainda estão se recuperando da estiagem severa de 2023, os níveis ainda estão abaixo da faixa da normalidade. Da mesma forma, as previsões apontam tendência de níveis abaixo das cotas de inundação para estas estações”, destacou.

Cotas máximas

Segundo as previsões (com 80% de intervalo de confiança), o Rio Negro deve atingir 27,14m em Manaus, com possibilidade de chegar à máxima de 27,70m.

A probabilidade de que o rio venha a atingir a cota de inundação (27,50 m) é de 20%. No caso da cota de inundação severa (29 m), essa probabilidade é de 1%, e para a cota máxima (30,02 m em 2021) é de 0,01%.

Já em Manacapuru (AM), o Rio Solimões deve ficar na marca de 18,16 m, com possibilidade de variar até 18,72 m. Conforme o modelo utilizado, a probabilidade de que o rio alcance a cota de inundação (18,20 m) é de 46,5%, e a de inundação severa (19,60 m) é de 1%.

Rio Amazonas

Para Itacoatiara, a previsão é que o Rio Amazonas atinja aproximadamente 12,93 m, com um intervalo provável variando entre 12,59 m e 13,28 m. De acordo com a previsão, é muito baixa a probabilidade de atingir a cota de inundação (de 14 m) e a cota de inundação severa (14,20 m).

Em Parintins, o Amazonas deve atingir 7,15 m, com possibilidade de alcançar a máxima de 7,45 m. O alerta aponta ainda que a probabilidade de superar a inundação (8,43 m) é de 0,46% e mais baixa ainda de superar inundação severa (9,3 m) e a máxima (9,47 m em 2021).


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *