Coronel do exército é preso em aeroporto de Brasília

É apontado como integrante do grupo que queria anular resultado das eleições 2022

Ele estava nos Estados Unidos em missão oficial

Brasília (ÚNICO) – Ao desembarcar em Brasília,o coronel do Exército Brasileiro Bernardo Romão Corrêa Neto, um dos alvos da megaoperação Tempus Veritatis, foi preso pela Polícia Federal na madrugada deste domingo (11), ao chegar dos Estados Unidos.

Segundo divulgou o portal Metrópoles, o militar tinha se entregado à polícia nos EUA, mas havia um mandado de prisão preventiva em aberto contra ele.

Ao chegar ao Brasil, o coronel foi detido pela PF, que o entregou à polícia do Exército.
Ele está preso no Batalhão da Guarda Presidencial e já passou por audiência de custódia às 11h. Romão Corrêa Neto é apontado como um dos integrantes do núcleo que tentou dar um suposto golpe de Estado no país e anular o resultado das eleições de 2022.

A prisão foi mantida após audiência de custódia com um juiz. O ministro Alexandre de Moraes ainda precisa deliberar sobre a manutenção.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *