Coreógrafo do Amazonas vai ensinar danças juninas na Bahia

Wilson Júnior será consultor de arte da Quadrilha Capelinha

Grupo baiano é um dos maiores do folclore do Nordeste

O coreógrafo amazonense Wilson Júnior, fundador da Instituição Cultural Arte Sem Fronteiras, assumiu o cargo de consultor de arte e danças populares da quadrilha junina Capelinha de Salvador (BA), para a temporada de 2024.

A missão do diretor e produtor cultural será definir estratégias e novas metodologias voltadas à cultura popular para o corpo de coreógrafos da quadrilha junina.

Interação cultural

Formado em Dança pela UEA e fazendo mestrado na Universidade Federal da Bahia, Wilson Júnior vê o novo desafio como uma oportunidade de unir culturas.

“Vamos romper fronteiras e unir culturas. Troca” conhecimentos e encantar o público com atuações artísticas e movimentações ricas unindo o Norte e Nordeste”, diss ele.

Sobre a Capelinha da Bahia

A quadrilha junina Capelinha é uma das grandes campeãs da Bahia e é considerada uma potência no Nordeste.

Já faturou o campeonato do Nordestão, TV Bahia e um vice-campeonato no Festival Globo do Nordeste, entre outros títulos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *