‘Coraci foi um amigo de luta’, diz Arthur Neto sobre morte de jornalista e dirigente do PSDB Amazonas

Coraci foi sub secretário de Comunicação da Prefeitura de Manaus

“Perdemos mais um querido amigo, pessoa de bem, de voz suave e risada fácil. Um companheiro de muitas campanhas, parceiro leal”, disse o ex-prefeito de Manaus Arthur Neto, ao lamentar a morte do dirigente do PSDB Amazonas, jornalista Coraci Fernandes, ocorrida nesta quinta-feira (18), vítima da Covid-19.
“Já não temos palavras para definir esse vírus tão cruel e que tem deixado tantas cicatrizes em nossos corações”, disse Arthur. “Meus mais sinceros sentimentos de pesar aos familiares e amigos do Coraci. Ele que tinha o dom de cativar as pessoas”, finalizou.
Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Amazonas, com habilitação em jornalismo, Coraci tinha 61 anos e há pelo menos 30 atuava como dirigente do PSDB Amazonas. Foi presidente, secretário geral, entre outras funções partidárias.
“São tempos difíceis, que nos entristecem profundamente. Que Deus possa confortar o coração de todos, que leve consolo e a certeza de o Coraci está nos braços do Pai”, concluiu a esposa do ex-senador, Elisabeth Valeiko Ribeiro.
Durante a gestão do prefeito Serafim Corrêa, Coraci chegou a exercer a função de sub secretário de Comunicação Social. Na sua vida profissional também foi Editor de Economia do jornal O Estado do Amazonas, além de trabalhar como repórter em outras empresas jornalísticas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *