Conselhos de Economia conseguem incluir registro no Concurso Nacional

Edital do concurso nacional não exigia registro nos Corecons

Governo federal atendeu pauta nacional e alterou o edital

O Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), junto ao Conselho Federal de Economia (Cofecon), obteve êxito na articulação para incluir a exigência de registro profissional nos Conselhos Regionais para os aprovados no Concurso Nacional Unificado (CNU) do Governo Federal, nos cargos designados como Economista.

Alteração no Edital

A alteração no Edital do Concurso Nacional foi proposta pelas entidades que representam a categoria, de acordo com a Lei 1.411/51. O texto legal define que “só podem exercer a profissão de Economista as pessoas devidamente registradas em um dos Corecons”.

Ação junto ao governo

O presidente do Corecon-AM, economista Márcio Paixão, explica que diante da falta da obrigatoriedade de registro exposta no edital do CNU, o Corecon-AM somou esforços junto ao Sistema Cofecon/Corecons pela mudança, tendo em vista a importância do CNU para a inserção dos economistas em posições estratégicas no serviço público.

“Nós ajuizamos um processo junto ao governo, e recebemos o retorno de que, felizmente, foi aprovado. Então, o edital foi retificado”

O edital já alterado pode ser acessado no link https://bit.ly/4bK9uZj.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *