Coiab diz que identificou novo grupo indígena isolado na região de Lábrea

Funai prefere esperar resultado do monitoramento antes de confirmar

Rede de informações montada com os povos indígenas permitiu a identificação

A Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) divulgou esta semana que um novo grupo de indígenas isolados foi identificado na região de Lábrea, no Sul do Amazonas. De acordo com a Coiab, o grupo foi descoberto há cinco meses, em setembro. “Essa nova descoberta é um fato a ser comemorado, pois é um novo grupo, uma nova visão de mundo, uma nova vertente”, disse o gerente de Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato da Coiab, Luciano Pohl.

Choque com a Funai

Mas, a Fundação Nacional do Ìndio (Funai) não participa do entusiasmo do gerente da Coiab. A Funai informou ao G1 que “tem analisado os relatos sobre a possível existência do grupo de indígenas isolados na área, mas só pode esclarecer questões voltadas à ocupação da área com a continuidade dos estudos e das ações de monitoramento”.
Para Luciano, a estatal está “escondendo” os fatos com interesses políticos.
“A Funai não repassa essas informações. A Coiab tem sua estrutura e sua base de ação, que faz esse mapeamento. Essa informação chegou para a gente através dessa rede de informações que montamos com povos indígenas, com trabalho de base”, informou.
Segundo Luciano, até a identificação do grupo vir à tona, há cinco meses, acreditava-se que eles pertenciam aos Himerimã, outro grupo já mapeado pela Funai que vive na área, e visitavam o território esporadicamente.

Fonte: G1


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *