fbpx

Cine Guarany exibe obras de cineastas amazonenses gratuitamente

Fotógrafo Jimmy Christyan será o primeiro a apresentar seu trabalho

São oito curtas-metragens com cenas do cotidiano regional e forte crítica social

Filmes produzidos e dirigidos por amazonenses protagonizam a “Mostra de Cineastas Amazonenses”, que tem início neste sábado (21), no Cineteatro Guarany, avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro. O primeiro do ciclo é o cineasta e repórter fotográfico, Jimmy Christyan, que levará oito curtas-metragens para serem exibidos, a partir das 18h30. A entrada é gratuita.
Promovido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, a mostra faz parte do projeto Cineclube da SEC com a curadoria de Sérgio Cardoso.
Para Jimmy, a oportunidade gerada aos cineastas amazonenses, pelo Governo do Estado, representa mais um passo na divulgação das produções locais. “O espaço é uma janela muito importante para nós, cineastas, que temos muito trabalho para fazer os filmes e, às vezes, muitos não têm onde exibir e distribuir”, disse Jimmy. “Agradeço a divulgação do nosso trabalho no Cineteatro Guarany”, completa o cineasta.

Oito curtas

Para este sábado, Jimmy selecionou oito curtas elaborados tecnicamente na linguagem cinematográfica e que foram produzidos ao longo de sua carreira, iniciada em 2006, quando lançou o curta “Beiradão Urbano”.
Serão exibidos: “Zico, o Jabuti” (2018), “Bodó com Farinha” (2016), “A Santa Casa de Misericórdia” (2019), “Os Reflexus da Cheia” (2021), “Covid” (2021), “O Pulo do Gato” (2022), “Tucandeira” (2019), “Desentupidor” (2022). Cada curta tem duração de 4 a 24 minutos e a classificação é de 14 anos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *