0239421d-8435-4f44-ba74-eaeb73e0574d
Na vida tudo é arte

Por: Luiz Thadeu Nunes de Silva

Engenheiro agrônomo e viajante do mundo

Cenas de um casamento inesquecível.

20220928_172728_casamento

Caro leitor, amiga leitora, se você já foi a um casamento com cenas engraçadas ou assistiu a filmes e novelas de TV com passagens hilárias, esqueça. O casamento de Frederico & Isadora superou todos eles, e será lembrado pela ventania que cancelou a cerimônia no Alto do Corcovado, aos pés do Cristo Redentor, RJ.
Casamento é um acontecimento marcante na vida de um casal. Geralmente é planejado com antecedência, e envolve muitas variáveis.
Frederico & Isadora planejaram em detalhes o casamento deles. Como pessoas viajadas, que visitaram muitos lugares pelo mundo, escolheram o Rio de Janeiro para dizer “sim” um para o outro como sinal de amor. Tudo dentro do script, mas tinha o fator climático, fugiu ao programado.
O local escolhido não poderia ser mais deslumbrante e de enorme simbolismo, o alto do Corcovado, cartão postal do Brasil. Tendo o Cristo Redentor, de braços abertos sobre a baía da Guanabara. Frederico e Isadora subiram até lá na tarde do último sábado, 12 de agosto.
Nos dias que antecederam a cerimônia, o clima no Rio oscilava entre sol forte e calor, dias nublados e temperaturas amenas. Nada que indicasse que na hora exata da celebração fortes ventos mudariam tudo.
Um grupo de quarenta pessoas saiu de São Luís do Maranhão, onde residem os noivos, seus pais, amigos e convidados, hospedando-se por diferentes pontos da zona sul carioca, aguardando o grande dia.
Com uma logística que previa pegar os convidados em seus hotéis e subir o alto do Corcovado em vans, tudo funcionou conforme o planejado. Durante o percurso, recebi uma mensagem da querida amiga Fátima, dizendo que o padre Mauricio,-o celebrante, a informara que forte ventos estavam ocorrendo. E, que árvores tinham caído pelo caminho. Não falei nada para Frederico, e continuamos subindo. Já na parada, próxima ao pés do Cristo, os ventos se intensificaram, revoltando cabelos e vestidos das madrinhas e das convidadas. As mulheres que passaram boa parte do sábado se arrumando para o grande dia, estavam descabeladas, vestidos revoltos. Os padrinhos (homens!), riam, se divertindo com cenas engraçadas.
Enquanto o noivo, aproveitava para pentear a barba, Isadora, com o atraso costumeiro das noivas, aguardava na limusine, ansiosa pelo “sim”.
O padre Mauricio cancelou a cerimônia na pequena capela do Cristo Redentor e transferiu para a igreja de São José na Lagoa. Tudo muito rápido.
A cerimônia foi bonita, com a noiva esplendorosa, radiante em lindo vestido branco brocado, desfilou pela nave da igreja até o altar. O noivo sempre calmo, descontraído, contribuiu para o bom desfecho do evento.
Após a cerimônia religiosa, noivos, familiares e convidados foram para festa em uma casa de eventos em Botafogo.
Com as cenas do noivo e convidados quase voado pelos ares, um dos padrinhos fez vídeos e colocou nas redes sociais que viralizaram. Frederico e Isadora foram matérias dos principais blogs, portais e sites de notícias, e de telejornais do Rio de Janeiro. Enquanto escrevo, na TV, no programa “Encontro”, a apresentadora Patrícia Poeta abriu o programa, rindo e falando sobre as cenas do casamento, mostrando as cenas de cabelos das mulheres ao vento.
Não é a primeira vez que o casal passa por perrengue e vira notícia nacional e internacional. Em fevereiro de 2017, em visita à Paris, na manhã fria do inverno europeu, Frederico e Isadora, foram visitar o Museu do Louvre. Chegaram cedo para evitar filas quilométricas. De repente, sem saber, Frederico e Isadora, assim como todos que estavam no interior do Louvre, foram levados para o subsolo do museu. Acordei e coloquei na GloboNews que estava transmitido ao vivo o imbróglio em Paris. Liguei para Frederico e perguntei se eles estavam bem. O motivo do imbróglio foi um homem com um facão que atacou seguranças do museu. Pedi para Frederico
gravar um vídeo, e enviei para as TVs, que entrevistaram o casal.
Nem o casamento do DJ Alok e Romana Novais, também ao pés do Cristo Redentor, em janeiro de 2019, rendeu tanta mídia quanto o de Frederico e Isadora. Enquanto Alok gastou milhões de reais; Frederico & Isadora tiveram custo zero.
As bodas de Rodrigo & Isadora, passado o susto, deu tudo certo. Agora é torcer pela felicidade do casal, e esperar por novas e inesquecíveis aventuras.


Qual sua Opinião?

Confira Também