Caso Taylor Swift: no Amazonas é permitido entrar com água nos shows

Fã de cantora americana teria morrido por falta de água e excesso de calor, no RJ

Espectadores também podem levar comida; mas há regras. Confira:

Alessandra Luppo
Da redação do ÚNICO

A morte da jovem Ana Clara Benevides, no show da artista americana Taylor Swift, na noite de sexta-feira (17), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, chocou o país e levou o vereador de Manaus, Rodrigo Guedes, a lembrar que desde 2019 o Amazonas tem uma lei que autoriza os espectadores de shows e espetáculos culturais a levarem garrafas (de plástico) com água e até comida para os eventos – dentro de algumas condições.


O vereador resgatou a lei, porque a hipótese mais comentada sobre a morte da estudante de Psicologia foi a falta de água no ambiente onde ocorreria o show e o excesso de calor.


“Se aqui no Amazonas algum evento esportivo, cultural ou de lazer impedir você de levar sua água, denuncie imediatamente e argumente usando esta lei”, aconselhou o vereador.

O que diz a lei

A lei diz que os estabelecimentos que promovem eventos esportivos, culturais ou de lazer “são obrigados” a permitir a entrada do consumidor com alimentos e bebidas comprados em outros locais;


Mas há casos em que isso não será permitido:

Se os produtos forem usados para serem revendidos no evento;
Se o produto estiver em embalagens de vidros, latas ou outro que ofereça risco à saúde;
Inflamáveis e explosivos
Bebidas alcoólicas
Essa lei é válida para cinemas, teatros, museus, parques de diversão, circo, casas de show, sambódromo, bumbódromo, estádios, ginásios, locais de eventos públicos ou privados e estabelecimentos semelhantes.

Confira o texto da lei


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *