Campanha “Dezembro Verde”, da Assembleia, alerta contra o abandono de animais

A segunda edição da campanha Dezembro Verde será realizada sob as condições de restrições impostas pela pandemia de Covid-19, ou seja, totalmente em ambiente virtual, por meio de palestras ao vivo (lives) realizadas em parceria entre a Aleam e a assessoria de bem-estar animal da Secretaria de Meio Ambiente

Além dessa iniciativa Aleam irá iluminar o hall de entrada da casa com a cor verde e também serão distribuídas cartilhas educativas de combate ao abandono de animais

A Assembleia Legislativa do Amazonas, por meio da Comissão da Comissão de Meio Ambiente Proteção aos Animais e Desenvolvimento Sustentável (Caama), abriu nesta quinta-feira (3) a campanha “Dezembro Verde”, em defesa dos animais. Aprovada pelos deputados, em outubro do ano passado, por meio da Lei 4.898 de 30 de julho de 2019, de autoria da deputada Joana Darc (PL), a campanha visa chamar atenção para o crime de abandono de animais e conscientizar a população sobre os maus tratos tanto aos animais domésticos quanto selvagens.
As lives terão como tema comportamento felino e comportamento canino, que são algumas razões para que as pessoas abandonem seus animais. Elas serão realizadas por meio do instagram da Comissão de Meio Ambiente (@caamaaleam) nos dias 3 e 11 de dezembro, nos horários de 19h30 e 20h respectivamente.
Além dessa iniciativa Aleam irá iluminar o hall de entrada da casa com a cor verde e também serão distribuídas cartilhas educativas de combate ao abandono de animais em ações que serão realizadas em parceria com ONGs de proteção animal em alguns municípios do interior do Estado.
“Nesta época que antecede as férias de fim de ano, o problema aumenta já que as pessoas acabam comprando um animal por impulso para presentear membros da família, no entanto, o presente nem sempre é bem-vindo ou viável para aquela residência. Esperamos que com estas ações possamos prevenir tais acontecimentos, reduzindo assim a quantidade de animais abandonados nas ruas”, disse Joana Darc.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *